Cardeal preside missa na memória litúrgica da Beata Assunta Marchetti

O Cardeal Odilo Pedro Scherer, Arcebispo Metropolitano, presidiu missa na capela dedicada à Bem-aventurada Assunta Marchetti, localizada na Vila Prudente, na sexta-feira, dia 1°, na memória litúrgica da Beata. 

Pascom Paroquial

Concelebraram os Padres Arlindo Teles, Pároco da Paróquia São José do Maranhão, no Tatuapé; e Joseph Dillon, Vigário Paroquial da Paróquia São Marcos Evangelista, no Parque São Rafael. 

A Beata Assunta Marchetti nasceu em Lombrici – Camaiore, na Itália, em 15 de agosto de 1871, em família humilde. Seu irmão, José Marchetti, foi ordenado Sacerdote em 1892, e dois anos depois, a convite de Dom João Batista Scalabrini, apóstolo dos migrantes, embarcou para o Brasil para a assistência pastoral aos imigrantes italianos que vieram para a América. Em fevereiro de 1895, Padre Marchetti iniciou a construção do Orfanato Cristóvão Colombo, em São Paulo, e, retornando à Itália, convidou Assunta a abraçar a causa dos migrantes. Ela chegou ao Brasil, em 1895, aos 24 anos, e dedicou-se de modo preferencial aos migrantes, aos órfãos, aos doentes, aos sofredores e aos pobres que precisavam de ajuda. 

Madre Assunta faleceu em 1o de julho de 1948, no Orfanato Cristóvão Colombo, atualmente chamado Associação Educadora e Beneficente Casa Madre Assunta Marchetti, no bairro de Vila Prudente. Foi beatificada em 25 de outubro de 2014, em uma celebração na Catedral da Sé. 

(Colaborou: Fernando Arthur) 

Deixe um comentário