Caridade pastoral é assunto em destaque na reunião do clero

O Arcebispo falou sobre a retomada das atividades nas paróquias e pediu que os padres reorganizassem as atividades pastorais

Centro Pastoral da Região Sé

Padres e diáconos que atuam na Região Episcopal Sé estiveram reunidos com o Cardeal Odilo Pedro Scherer e com Dom Carlos Lema Garcia, Bispo Auxiliar da Arquidiocese nesta Região, no dia 15, na Paróquia Nossa Senhora do Rosário de Fátima, Setor Pastoral Perdizes.

O Arcebispo falou sobre a retomada das atividades nas paróquias e pediu que os padres reorganizassem as atividades pastorais e, especialmente, as missas, presidindo mais de uma por dia se preciso for, para que não haja aglomerações, estimulando, assim, a volta das pessoas às celebrações.

Houve também uma palestra sobre o tema da espiritualidade sacerdotal, com o Padre Cícero Alves de França, Reitor do Seminário de Teologia Bom Pastor da Arquidiocese de São Paulo. Ele afirmou que o padre que tem Cristo como modelo essencial é aquele que serve, de modo que sua espiritualidade é a de assumir a autoridade sem autoritarismo. O poder do sacerdote é o de agir na pessoa de Cristo e seu serviço é dom, entrega, sendo extremamente importante que viva a humildade.

“O padre, por meio da força do sacramento da Ordem, assume espiritualmente essa participação na caridade de Cristo, assume e vive esta caridade. Portanto, a caridade pastoral é uma entrega de si mesmo, uma entrega de si à e na Igreja. A caridade pastoral é o critério que determina o serviço do sacerdote, o modo e a forma como o presbítero pensa, age e se relaciona com as pessoas”, comentou Padre Cícero.

Dom Carlos Lema complementou que a espiritualidade é o sustento de vida do sacerdote, que deve se dedicar à oração, pois rezar também é serviço pastoral. “Nós servimos ao povo quando nos dedicamos à oração; a oração não é fuga, capricho, individualismo, mas sim serviço ao nosso povo. O povo gosta de ver o padre rezando junto com ele, pois as pessoas têm muita confiança nas orações dos padres.”

Sobre a formação dos ministros extraordinários da Sagrada Comunhão Eucarística na Região Sé, Padre Helmo César Faccioli recordou que uma carta foi enviada aos padres. Ele reforçou que as formações serão realizadas nos setores pastorais com, no mínimo, três encontros, até o fim de outubro, destinadas a todos os ministros e candidatos indicados pelos párocos, que devem informar os nomes ao Bispo por meio de carta em papel timbrado. Em março de 2022, acontecerá um Encontro Regional em data a ser divulgada.

Dom Carlos Lema Garcia explanou ainda sobre a Campanha da Fraternidade de 2022, que tem como tema “Fraternidade e Educação” e lema “Fala com sabedoria, ensina com amor” (Pr 31,26). O Bispo sugeriu que os padres tentem atender às escolas e colégios do território de suas paróquias, para promoverem uma evangelização durante a Campanha. Destacou, também, que deve ser efetivado e colocado em prática o Ensino Religioso e a Catequese nas escolas.

(Centro Pastoral da Região Sé)

Comentários

DEIXE UM COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Compartilhe!

Últimas Notícias

Assine nossa Newsletter