Cônego Sergio Conrado comemora jubileu de ouro sacerdotal

Cônego Sergio Conrado comemora jubileu de ouro sacerdotal
Daniel Abe e Carmen Sanches

No dia 30 de abril, na Paróquia São Gabriel, no Jardim Paulista, na Região Episcopal Sé, foi celebrada uma missa em ação de graças pelos 50 anos de ordenação sacerdotal do Cônego Sergio Conrado. 

Presidida por Dom Odilo Pedro Scherer, Arcebispo Metropolitano, a celebração contou com a presença de diversos sacerdotes, diáconos, seminaristas e muitos leigos, vindos das oito paróquias nas quais o jubilando trabalhou, além de representantes da Mitra Arquidiocesana, da Cúria Regional e da Faculdade de Teologia Nossa Senhora da Assunção da Pontifícia Universidade Católica (PUC-SP), instituição em que o Cônego Sergio lecionou por muitos anos. 

Dom Odilo convidou a todos para um imenso agradecimento a Deus pelo jubileu de ouro sacerdotal do Cônego Sergio e fez votos de que ele continue seu trabalho, dedicado a Deus e ao povo. Discorreu, ainda, sobre a vida e atuação do Cônego, exortando os presentes a rezarem por mais vocações, e desejando que, de cada comunidade ali representada, brote alguma vocação para o sacerdócio e a vida religiosa. Cônego Sergio, por sua vez, agradeceu não somente aos sacerdotes ali presentes e àqueles que o acompanharam durante sua formação em Roma e nos trabalhos pastorais, mas, também, aos professores que o instruíram, aos leigos que o acompanharam e, de modo especial, a Dom Paulo Evaristo Arns (1921-2016), que o orientou na maior parte destes 50 anos. Também enalteceu o apoio recebido dos arcebispos Dom Carlos Carmelo Mota (1890-1982), Dom Agnelo Rossi (1913-1995), Dom Cláudio Hummes e Dom Odilo Scherer. Em seguida, dois representantes da Paróquia São Gabriel apresentaram suas felicitações ao jubilando. 

“Agradeço de coração, uma vez mais, a todos os presentes; a outros que não puderam vir; a outros, ainda, que já par- tiram para o Pai. De tudo o que falei, uma certeza permanece: Deus chama, prepara, envia e sustenta. Cabe a nós sermos fiéis. Deus lhes pague!”, afirmou ao término da missa o Cônego. 

Nascido em São Paulo, em 4 de julho de 1941, Cônego Sergio ingressou no seminário menor em 1958 e cursou Humanidades até 1963, quando iniciou o curso de Filosofia. Em 1967, foi enviado a Roma para cursar Teologia, onde ficou até 1970. 

Regressou ao Brasil em 1971, recebeu o diaconato e foi trabalhar no Jardim São Luiz. Em 30 de abril de 1972, foi ordenado sacerdote por Dom Paulo Evaristo Arns, então Arcebispo Metropolitano, e enviado à Paróquia São João Batista, no Itaim Paulista. Em dezembro do mesmo ano, tornou-se Pároco da Paróquia Nossa Senhora Aparecida, na Ponte Rasa. Daí, iniciou sua caminhada pastoral: São Miguel Paulista; Paróquia Santa Madre Cabrini, nos Campos Elísios; Paróquia Nossa Senhora dos Remédios, no Cambuci; Paróquia Nossa Senhora do Carmo, na Aclimação; e, atualmente, Paróquia São Gabriel Arcanjo, no Jardim Paulista. 

Daniel Abe e Carmen Sanches
Especial para O SÃO PAULO

Deixe um comentário