Conselho Brasileiro de Oftalmologistas oferece teleorientação gratuita sobre glaucoma para a população

Os interessados têm até a terça-feira, 18, para se inscreverem na plataforma montada para oferecer esse serviço à distância com o auxílio das tecnologias digitais

Arquivo/Agência Brasil

Pessoas interessadas em participar de sessão gratuita e individual de teleorientacão sobre glaucoma, conduzidas por médicos ligados ao Conselho Brasileiro de Oftalmologia (CBO) e à Sociedade Brasileira de Glaucoma (SBG), têm até a terça-feira, 18, para se inscreverem na plataforma montada para oferecer esse serviço. Os encontros, que serão individuais e com duração estimada de 15 minutos, acontecerão no dia 22, sábado, entre 9h e 17h.

Por meio de sessões de aconselhamento, realizadas à distância com o auxílio das tecnologias digitais, os pacientes poderão esclarecer dúvidas com especialistas no tratamento do glaucoma, doença que é a principal causa de cegueira evitável no Brasil e no mundo. A atividade acontece em paralelo à programação do 24 horas pelo glaucoma, uma maratona organizada pelo CBO e pela SBG que oferecerá pelas redes sociais das entidades parceiras inúmeros conteúdos sobre o tema.

Conversa com especialista

O agendamento da teleorientação pode ser feito pelo site do evento: www.24hpeloglaucoma.com.br. Para participar, basta entrar no endereço, escolher um horário – entre 9h e 17h – e preencher o formulário. A pessoa receberá um link que vai levá-la, na hora agendada, a uma sala para conversar com o especialista.

“A ideia não é prescrever receitas, mas sim orientar e tirar dúvidas. A pessoa poderá, durante 15 minutos, saber o que quiser sobre a doença, com o médico. É o paciente quem define o tema”, informou o oftalmologista Cristiano Caixeta Umbelino, vice-presidente do CBO e coordenador do 24 horas pelo glaucoma.

Conforme também salienta, a opção por levar aconselhamento qualificado por meio da internet é fruto direto da pandemia. “Devido à crise gerada pela covid-19, o CBO e a SBG decidiram por garantir a segurança dos pacientes e investir numa estrutura que permite a troca de informações, sem a necessidade de aglomerar”, pontua Caixeta.

Programação

Além do serviço de teleorientação, o 24 horas pelo Glaucoma contará com uma série de outras atividades voltadas à conscientização a respeito da prevenção e do acompanhamento adequado do glaucoma. Depoimentos de médicos e pacientes, entrevistas, reportagens especiais e a exibição de vídeos de celebridades fazem parte da programação.

Toda a mobilização quer estimular o debate sobre o glaucoma. Atualmente, estima-se que de 1 a 2% da população mundial convivem com a doença e as projeções não são muito animadoras: 111,8 milhões de pessoas podem sofrer com o glaucoma até 2040.

“Diante deste cenário, é urgente que sejam adotadas medidas para ampliar o conhecimento sobre glaucoma junto à população. A ação do CBO e da SBG é justamente uma prestação de serviço público que busca auxiliar nessa promoção do diagnóstico e tratamento precoces, especialmente entre o grupo de risco. Por isso, convidamos todos a se juntarem ao 24 horas pelo Glaucoma no próximo dia 22 e fazer parte dessa corrente”, conclui Cristiano Caixeta.

(Com informações de Conselho Brasileiro de Oftalmologia)

Deixe um comentário