CorUnum – um só coração em favor do próximo

Iniciativa de paroquianos da Paróquia Nossa Senhora do Brasil, na Região Episcopal Sé, já arrecadou, desde o início da atual pandemia, mais de 35 toneladas de alimentos, além de itens de higiene e limpeza para os mais vulneráveis

A cidade de São Paulo já estava no período de quarentena para conter o avanço da COVID-19. Escolas, comércios e empresas, em sua maioria, tinham paralisado as atividades presenciais. A população em situação de rua e as famílias mais pobres se encontravam ainda mais desalentadas do que antes e nas organizações que ajudam os mais vulneráveis da sociedade a demanda por comida só aumentava.

Essa realidade não passou despercebida pelos paroquianos da Paróquia Nossa Senhora do Brasil, na Região Episcopal Sé. Em uma reunião pastoral, em abril, com o apoio dos Padres Michelino Roberto, Pároco, Alessandro Enrico de Borbón, Vigário Paroquial, foi definida a criação de uma ação emergencial para socorrer os mais necessitados.

Surgia assim a CorUnum, a união de todos de todos os paroquianos em um só coração, para ajudar os irmãos que mais precisam. “Preferimos não identificar a ação com nomes dos responsáveis, mas, sim, como a dos paroquianos da Nossa Senhora do Brasil”, conta uma das articuladoras da iniciativa.

Com o empenho de cada um

Não havia tempo a perder e, assim, em poucas semanas, os paroquianos promoveram campanhas para arrecadar alimentos principalmente, além de itens de limpeza e de higiene pessoal, além de roupas e cobertores. A primeira distribuição aconteceu no início de maio e de lá para cá já foram mais de 35 toneladas de alimentos arrecadados.

Com o tempo, até comida pronta para consumo passou a ser ofertada aos mais pobres em marmitas. Quase 3,8 mil já foram distribuídas em quatro meses da iniciativa, além 11,6 mil sanduíches, muitos destes montados nas casas dos próprios paroquianos.

A divulgação começou de modo simples, com um cartaz na frente da igreja e cestos e caixas para que as pessoas pudessem deixar suas doações. Prontamente, paroquianos se voluntariaram para montar os kits com as doações, separá-los por locais e instituições em que seriam entregues. Outros deram seu sim para o transporte dos itens e a entrega final.

No decorrer dos meses, tudo ficou ainda mais bem organizado e hoje há um repleto material de divulgação da iniciativa, com diferentes canais para as doações dos itens e também de recursos financeiros para que sejam comprados em favor dos mais pobres.

Gratidão a Deus

Os participantes do CorUnum asseguram que a iniciativa ampliou ainda mais a prática de oração dos paroquianos. “A oração é a base para qualquer ação de misericórdia cristã. Por meio da oração, brota a caridade que se torna ação. Cada doação que chega é motivo para uma oração de graças, cada pedido de ajuda é motivo para uma oração de súplica”, testemunha uma das participantes da iniciativa.

A solidariedade em números

Do começo de maio até a segunda semana de agosto, estes são os números de itens arrecadados pela iniciativa

Cestas básicas: 2.269 unidades – totalizando 34,03 toneladas de alimentos

Alimentos avulsos: 1,74 tonelada

Sanduíches: 11.624 – totalizando 1,74 tonelada de alimento

Marmitas: 3.795 unidades

Cestas de limpeza: 138

Máscaras: 2.925 unidades

Kits de higiene pessoal: 1.019

Leite: 636 litros

Água: 4.500 copos

Roupas: 5.655 peças

Quem são os beneficiados

Saiba mais e colabore

@corunum_nsb

(Colaborou: Jenniffer Silva)

LEIA TAMBÉM

Todos Somos Hum

Notícias relacionadas

Comentários

DEIXE UM COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Compartilhe!

Últimas Notícias

Assine nossa Newsletter