COVID-19: Brasil mantém queda na média móvel, mas se aproxima do acumulado de 400 mil óbitos

Nas últimas 24 horas, País registrou 3.019 mortes pela doença e mais de 77 mil novos casos

Geraldo Bubniak/AEN – Agência de Notícias do Estado do Paraná/Arquivo

O Brasil chegou na quarta-feira, 28, ao acumulado de 398.343 mortos pela COVID-19 desde o começo da pandemia, conforme dados divulgados pelo consórcio de veículos de imprensa.

Nas últimas 24 horas, foram registradas 3.019 mortes por COVID-19 em todo o País, fazendo com que a média móvel dos últimos sete dias chegasse à marca de 2.379 óbitos/dia. Em comparação a 14 dias atrás, este índice teve queda de 19%, o que indica uma baixa efetiva na tendência de novas mortes pela doença no País.

Este é o quarto dia seguido de queda na média móvel de óbitos diários: no sábado, 24, o indicador chegou a 2.531, no domingo, 25, ficou em 2.498; na segunda-feira, 26, em 2.451; e na terça-feira, 27, o indicador ficou em 2.399.

O total de infectados desde o começo da pandemia é de 14.523.807 pessoas, dos quais 77.266 foram confirmados de ontem para hoje. A média móvel nos últimos sete dias foi de 57.384 novos diagnósticos por dia. Isso representa uma variação de -15% em relação aos casos registrados em duas semanas.

Os números apresentados pelo Ministério da Saúde são diferentes: nas últimas 24 horas ocorreram 3.169 óbitos, levando ao acumulado de 398.185 vidas perdidas para a COVID-19. O total de infectados desde o começo da pandemia é de 14.521.289, dos quais 79.726 são de novos diagnosticados.

Vacinação

Informações compiladas por veículos de imprensa junto às secretarias de Saúde indicam que até esta quarta-feira, 28, um total de 30.740.811 pessoas já receberam a 1a dose de vacina contra a Covid-19, o equivalente a 14,52% da população.

A 2a dose já foi aplicada em 14.621.694 pessoas, o que representa 6,61% da população.

SP perto de 95 mil óbitos

O estado de São Paulo registra até a quarta-feira, 28, um acumulado de 2.873.238 casos e 94.656 óbitos por COVID-19 desde o início da pandemia.

Entre o total de casos, 2.540.722 tiveram a doença e já estão recuperados, sendo que 293.705 foram internados e receberam alta hospitalar.

Há 22.174 pacientes internados no estado, sendo 10.374 em unidades de terapia intensiva e 11.800 em enfermaria. A taxa de ocupação dos leitos de UTI no estado é de 79,8% e na Grande São Paulo é de 78,1%.

Ainda na quarta-feira, o governo paulista anunciou a prorrogação da Fase de Transição do Plano São Paulo até 9 de maio, mas com maiores permissões quanto ao horário de funcionamentos para as atividades de comércios e serviços.

Fontes: G1, Ministério da Saúde e Governo de São Paulo

Notícias relacionadas

Comentários

DEIXE UM COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Compartilhe!

Últimas Notícias

Assine nossa Newsletter