Dom Ângelo: ‘Somos todos filhos de Deus e vivemos o amor em família’

Bispo Auxiliar da Arquidiocese na Região Ipiranga presidiu missa no contexto da realização do X Encontro Mundial das Famílias

Dom Ângelo: ‘Somos todos filhos de Deus e vivemos o amor em família’, Jornal O São Paulo

O X Encontro Mundial das Famílias, com o tema “Amor em família: vocação e caminho de santidade,” teve início na quarta-feira, 22, em Roma. Na mesma data, à noite, Dom Ângelo Ademir Mezzari, RCJ, Bispo Auxiliar da Arquidiocese na Região Episcopal Ipiranga, presidiu missa no Santuário São Judas Tadeu, com participação de padres e agentes de pastorais dessa região episcopal, em comunhão com o Encontro Mundial.

No início da celebração, representando as pastorais da Região Episcopal Ipiranga, fiéis entraram pelo corredor central da igreja trazendo alguns símbolos: banners de pastorais, quadro do Encontro Mundial das Famílias com o Papa e imagem da Sagrada Família. Nessa procissão havia representantes da Pastoral Familiar, ECC-Encontro de Casais com Cristo, Pastoral Vocacional, ENS-Equipes de Nossa Senhora e Pastoral da Criança.  

O coordenador do Setor Imigrantes, Padre Cláudio Weber, SCJ, tomou a palavra acolhendo os presentes, entre eles diáconos, sacerdotes da Região Episcopal Ipiranga e do Santuário São Judas Tadeu e Dom Ângelo, mencionando que ao longo do encontro serão dias que a Igreja toda estará unida em oração, buscando o protagonismo da família na evangelização.


Dom Ângelo saudou a todos e mencionou que, assim como a Região Ipiranga, todas as regiões episcopais da Arquidiocese estão unidas neste dia, em celebração e oração, como o Papa, em Roma, com as famílias neste encontro tão especial. Falou que o Papa pretende destacar o amor familiar como vocação e forma de santidade, para compreender e partilhar o sentido profundo e salvífico das relações familiares na vida cotidiana.

UMA GRANDE FAMÍLIA

Na homilia, Dom Ângelo exprimiu que esse momento de unidade e comunhão da Igreja tem o único objetivo de que todos se sintam família, pois Jesus Cristo nasceu de uma família, a Sagrada Família. Além disso, todos temos nossa própria família, mas também somos “família” em nossa comunidade, nas pastorais que pertencemos, no dia a dia: “somos todos filhos de Deus e vivemos o amor em família, nas dores e sofrimentos, com suas dificuldades e desafios, e podemos dizer: como é bom ter uma família! É tempo de gratidão, de rezar por todos os membros de nossas famílias, nossos parentes, pois nascemos e fomos evangelizados numa família,” lembrou o Bispo.

Dom Ângelo mencionou que o Papa Francisco tem o grande sonho “de que o mundo redescubra a beleza da vida em família!”, e especialmente na abertura do Encontro com as Famílias, em Roma, após alguns depoimentos de famílias, Francisco fez uma partilha, recordando a Parábola do Bom Samaritano: "Queria que a Igreja fosse isso para vocês: um bom samaritano que se aproxima de vocês e os ajuda a continuar seu caminho, os ajuda a dar “um passo a mais”, enfatizando cinco pontos, a partir dos  testemunhos das famílias presentes em Roma:

  1. Temos de nos converter e caminhar como Igreja;
  2. Abraçar a dura cruz da doença e da morte;
  3. O perdão cura todas as feridas;
  4. As famílias são lugares de acolhimento;
  5. A beleza do amor humano, como “um passo a mais” rumo à fraternidade.

Dom Ângelo continuou sua reflexão lembrando que atualmente muitas famílias não são cristãs, não são católicas, uma grande parte das pessoas não vive a família, não procura mais o sacramento do Matrimônio, mas mesmo assim querem viver o amor em família.

“A Igreja não pode ficar fechada achando que são bons e santos só aqueles que estão aí. É difícil entender isso. Então, é papel nosso, do clero, e como cristãs e cristãos católicos presentes em todos os ambientes, nas realidades humanas e sociais, de todos os jeitos, viver o amor em família indo ao encontro, em saída, dos que se sentem excluídos da comunidade, da Igreja”, disse, convidando não só os agentes de pastorais ligadas às famílias, mas todas as famílias para que se reúnam para ouvir o que o Papa Francisco irá dizer a elas. “Que o Encontro Mundial das Famílias seja uma retomada do nosso caminho para sermos santos, vivendo o amor em família”, finalizou.

Dom Ângelo: ‘Somos todos filhos de Deus e vivemos o amor em família’, Jornal O São Paulo

UNIDOS NA FÉ

Após as preces da comunidade, todos rezaram a Oração oficial do Encontro Mundial das Famílias, que foi projetada no telão e também transmitida on-line, aos que assistiam a celebração pela WebTv São Judas.

No momento do ofertório, entraram pelo corredor central da igreja algumas famílias: pais e mães com seus filhos, gestantes, casais de idosos, que foram acolhidos e abençoados por Dom Ângelo.

Após a comunhão, em nome da Região Episcopal Ipiranga, o Frei José Maria Mohomed Junior, Coordenador de Pastoral da Região Ipiranga, agradeceu o empenho de todos os presentes em acolher o pedido da Pastoral Familiar da Região Ipiranga, para essa celebração. Foi apresentado na sequência, o vídeo “Acreditamos no Amor” (We believe in love).

Passado o vídeo, o Frei José chamou para o altar dois casais com mais tempo de Matrimônio, também representantes do Amparo Maternal e uma mãe e seu bebê. Estes receberam uma imagem da Sagrada Família das mãos de Dom Ângelo.

Em seguida, o Bispo com os Padres presentes abençoaram juntos as capelinhas que foram distribuídas aos fiéis e finalizaram, cantando a “Oração da Família” e concedendo a bênção final.

(por Priscila Thomé Nuzzi, do departamento de Comunicação e Marketing do Santuário São Judas Tadeu)

Dom Ângelo: ‘Somos todos filhos de Deus e vivemos o amor em família’, Jornal O São Paulo
Foto: Pastoral Familiar da Região Ipiranga
Oração oficial para o X Encontro Mundial das Famílias
Pai Santo, estamos aqui diante de Ti para louvar-Te e agradecer-Te pelo grande dom da família. Nós Te pedimos pelas famílias consagradas no sacramento do matrimônio, para que possam redescobrir todos os dias a graça recebida e, como pequenas Igrejas domésticas, saibam testemunhar a Tua Presença e o amor com o qual Cristo ama a Igreja. Nós Te pedimos pelas famílias que passam por dificuldades e sofrimentos, doença ou por problemas que só Tu conheces: que Tu as sustentes e as tornes conscientes do caminho de santificação ao qual as chamas, para que possam experimentar a Tua infinita misericórdia e encontrar novos caminhos para crescer no amor. Nós Te pedimos pelas crianças e jovens, para que possam encontrar-Te e responder com alegria à vocação que planejaste para eles; por seus pais e avós, para que sejam conscientes de serem sinal da paternidade e maternidade de Deus no cuidado dos filhos que, na carne e no espírito, Tu confias a eles; pela experiência de fraternidade que a família pode dar ao mundo. Senhor, concede que cada família possa viver a própria vocação à santidade na Igreja como um chamado para ser protagonista da evangelização, a serviço da vida e da paz, em comunhão com os sacerdotes e em cada estado de vida. Abençoa o Encontro Mundial das Famílias. Amém.

Deixe um comentário