Dom Carlos Lema participa de congresso sobre ensino em tempos de pandemia e pós-pandemia

Atividade on-line foi realizada pela diocese paulista de Campo Limpo

Nos dias 10 e 11 de julho, a Pastoral da Educação e Ensino Religioso da Diocese de Campo Limpo realizou pela primeira vez um congresso totalmente on-line, tendo entre os conferencistas Dom Carlos Lema Garcia, Bispo Auxiliar da Arquidiocese de São Paulo e Vigário Episcopal para a Educação e a Universidade.

Professores, pais e interessados no assunto também participaram e interagiram enviando perguntas e depoimentos.

Entre as temáticas tratadas estiveram Educação de valores – preconceito; Competência Emocional dos Educadores e Educando na pandemia; Educação e Tecnologia; Ensino Religioso Confessional; Educação Católica e Ensino Inter Religioso.

Abordagens

Inicialmente, tratou-se sobre valores e preconceitos na educação. “Uma educação direcionada, com o apoio de uma metodologia coerente, tende a mudar o cérebro e é isso que faz e fará com que o preconceito seja derrubado”, pontuou Padre Ezaques, mestre em Educação.

Em um segundo momento, o psicoterapeuta Thiago Tomas ensinou educandos e educadores a viver a Competência Emocional na Pandemia, e no encerramento do primeiro dia a professora Angélica Monza, responsável por uma escola confessional, falou sobre Educação e tecnologia.

No segundo dia do congresso Dom Carlos Lema Garcia falou a respeito do ensino Religioso Confessional e sobre o que a educação pode fazer pelo País e pelo mundo, ao responder a uma pergunta de um dos internautas: “Investindo em educação, estamos mudando a nossa sociedade, transformando o nosso País, crescendo em qualidade de vida e de futuro”.

Dom Lema lembrou ainda que o Ensino Religioso é optativo: Na época das matrículas nas escolas públicas estaduais e municipais, os pais precisam lembrar de fazer o opção pelo Ensino Religioso Escolar. Isto é um direito dos alunos, em busca de uma formação completa e de melhor qualidade e é um dever do Governo do Estado e dos Municípios. A garantia deste Ensino Religioso depende da opção feita anualmente pelos pais.”

No segundo momento do dia, houve as palestras dos professores Felipe Neri e Paulo Raphael, sobre Educação católica e Ensino Religioso, com reflexões para que os educadores (cristãos ou não) aprofundem o significado dos valores, a importância da missão e os princípios fundamentais da Educação Cristã Católica. 

Participaram também do encontro membros da Pastoral da Educação e Ensino Religioso das Dioceses de Santos, Bauru, Osasco, São Miguel e Santo Amaro.

O encerramento aconteceu com missa presidida pelo Bispo Diocesano, Dom Luiz Antônio Guedes, que além de ressaltar o valor da educação lembrou que é fundamental entender o educar como um ato de fé: “Ensinar é semear o novo na mente humana, neste sentido educar está ligado a esperança, esperança essa que todos nós precisamos cultivar para fazer não só um futuro melhor, mas a educação no nosso dia a dia”.

Padre Cesar Rossi, Assessor Diocesano da Pastoral da Educação e Ensino Religioso, que concelebrou a missa de encerramento, aproveitou o momento de ação de graças para agradecer os coordenadores da pastoral e todos os envolvidos para que o congresso fosse possível.

Todas as palestras do congresso podem ser vistas pelo YouTube.

(Com informações da Diocese de Campo Limpo)

Deixe um comentário