Dom Cícero: ‘Maria é intercessora e está atenta àquilo que nos falta’

Dom Cícero: ‘Maria é intercessora e está atenta àquilo que nos falta’, Jornal O São Paulo
Missão Belém

A Comunidade Nossa Senhora Aparecida, no Belenzinho, celebrou, no dia 12, sua padroeira. A comunidade, que recebe os cuidados da Missão Belém, contou com momentos de festa, louvor, oração e uma procissão pelas ruas da “Favela Nelson Cruz”. O encerramento foi com uma missa solene presidida por Dom Cícero Alves de França e concelebrada pelo Padre Paulo Gomes da Silva Júnior (Padre Paulinho). 

Na celebração, o Bispo Auxiliar da Arquidiocese na Região Belém discorreu sobre o primeiro milagre de Jesus, proclamado no Evangelho. 

“O vinho é símbolo da alegria; pois bem, está faltando alegria nesta festa de casamento. A alegria é o símbolo da presença de Deus”, ressaltou, afirmando que Maria ensina que mesmo em meio aos sofrimentos e dores não se pode perder a alegria, e que ela, como mãe, está sempre atenta às necessidades de seus filhos. 

“Somos filhos da alegria, pois Maria é a mulher da alegria”, concluiu. 

Dom Cícero: ‘Maria é intercessora e está atenta àquilo que nos falta’, Jornal O São Paulo

Antes do término da celebração, sete jovens que atuam na Missão Belém realizaram a consagração à Virgem Maria, pelo método de São Luís de Montfort, e receberam das mãos de Dom Cícero as cadeias, que simbolizam sua pertença à Virgem Maria. Também houve o momento da coroação de Nossa Senhora. 

Ao fim, Padre Paulinho agradeceu ao Prelado a visita à comunidade, ressaltando que é a primeira vez que um Bispo participa das festividades da padroeira. 

Dom Cícero, ao se dirigir à comunidade, agradeceu a celebração e destacou que em 2023 estará presente novamente na comemoração de Nossa Senhora Aparecida. 

Por Fernando Arthur
Colaborador de comunicação da Região Episcopal Belém

Deixe um comentário