Dom Odilo preside missa na festa da Rainha dos Apóstolos

Celebração da Vigília da Solenidade de Pentecostes, na Vila Monumento – Região Episcopal Sé

Na noite do sábado, 27 de maio, foi comemorado a Festa de Nossa Senhora Rainha dos Apóstolos, na vigília que precede o Domingo de Pentecostes. A Eucaristia foi presidida pelo Cardeal Odilo Pedro Scherer, e concelebrada pelos Padres José Elias Fadul SAC, Pároco; Emerson José da Silva, SAC; e Edvaldo Betioli Filho.

Nossa Senhora e os 12 Apóstolos perseveravam em oração no Cenáculo, à espera do envio do Espírito Santo. Devido a essa manifestação de fé é também considerada Rainha da Igreja que nasce, consequentemente Rainha dos Apóstolos, festa comemorada nesta celebração.

“Celebremos em espírito de acolhida”, disse Dom Odilo na homília, ao lembrar que “os textos de Pentecostes nos falam das maravilhas que aconteceram no começo da igreja”.

Maria é considerada a primeira apóstola do seu Filho, Nosso Senhor e, no Cenáculo, mais uma vez, a Rainha dos Apóstolos empreende a sua colaboração, com a vinda do Divino Espírito.

“Como aqueles apóstolos medrosos agora se apresentam cheios de coragem?” indagou Dom Odilo, “se não tivesse acontecido o fato extraordinário da Ressurreição de Jesus Cristo, mas também o que aconteceu no Cenáculo, mediante o dom do Espírito Santo: Força de Deus. Sopro de Deus, Vitalidade de Deus!” acrescentou.

O Lucernário da Rainha é feito lembrando essa espera no Cenáculo, e na Paróquia tradicionalmente são acesas dia a dia, nove velas acompanhadas de orações, em preparação à festa de Pentecostes, momento de júbilo e encontro com o Ressuscitado.

Por ocasião do dia de Nossa Senhora Rainha dos Apostolos, a comunidade paroquial também distribui o Bolo da Rainha.

Ao mencionar a frase “O Espírito Santo desperta a Fé”, Dom Odilo reforçou a importância do Espírito presente na igreja, e que “lhe dá eficácia e a renova” junto com a celebração dos sacramentos.

O Cardeal, citando a oração Veni Creator, demonstra a importância para a Igreja e a todos os fiéis, de ter o Espírito Santo como Mestre – que ajuda a discernir e a não confundir o caminho; como Defensor – contra o maligno; e principalmente Amigo – “companhia de Deus, para não andarmos sozinhos, pois quem anda sozinho acaba se perdendo”.

“Tudo nos move para produzirmos frutos de virtudes”, lembrou Dom Odilo.

(Texto e fotos: Patrícia Midões)

guest
1 Comentário
Inline Feedbacks
Veja todos os comentários
Mirian Novaretti
Mirian Novaretti
11 meses atrás

Com muito orgulho, minha filha Renata Novaretti, estudou no Rainha dos Apóstolos, desde o maternal até o antigo colegial,finalizando e após ingressou na USP.Hoje, seus filhos, meus netos:Bianca, Paola e Enzo estão no Notre Dame Rainha, o que faz com que agradeçamos à Nsa.Sra. Rainha dos Apóstolos pela oportunidade de uma educação de alto nível e aulas de religião,fazendo com que ganhem amor à Jesus e ao Divino Espírito Santo de Deus. Parabéns pelas homenagens da Igreja à data Pentecostes e saudando Nsa.Sra. como Rainha da Igreja( mãe de todos nós).Obrigada a todos que contribuíram para esta grande data.Dom Odilo, a su benção como mãe e avó.