Entra em vigor o novo Diretório da Pastoral dos Sacramentos da Arquidiocese de São Paulo

Luciney Martins/O SÃO PAULO

Entra em vigor no dia 25 de janeiro de 2024, Solenidade da Conversão de São Paulo Apóstolo, o novo Diretório da Pastoral dos Sacramentos da arquidiocese de São Paulo.

Tal documento é fruto da reflexão sinodal levada a cabo durante o percurso do 1º sínodo arquidiocesano de São Paulo; de fato, uma das observações levantadas neste processo sinodal foi a necessidade de valorizar os sacramentos da Igreja em sua vida pastoral, assim como a necessidade de motivar e orientar os fiéis para sua celebração frutuosa.

Ouvindo tal necessidade, após o encerramento do sínodo em 25 de março de 2023, um grupo de trabalho foi constituído para propor mudanças ao Diretório dos Sacramentos existente na Arquidiocese de São Paulo, conjuntamente com outro grupo de trabalho das diversas dioceses sufragâneas, que assumem a maior parte deste Diretório para reger a pastoral dos sacramentos em seus territórios.

Esse diretório se apresenta como um instrumento para a renovação da pastoral sacramentária no território arquidiocesano uma vez que, como explicado na apresentação de Dom Odilo Pedro Scherer do novo documento, “Sem os sacramentos devidamente celebrados, corremos o risco de transformar a vida cristã em mera ideia e ação humana, pretendendo dar eficiência à vida cristã a prescindir da graça de Deus.”

A primeira mudança encontrada no novo diretório é justamente a de seu nome, passando a se chamar Diretório da Pastoral Sacramentária, e não somente Diretório dos Sacramentos, pois, apesar de conter normativas acerca de sua celebração, o novo documento não pretende ser somente um ordenamento jurídico-normativo para a celebração dos sacramentos, mas sim um instrumento pastoral para o incremento da vida cristã e para o fomento da ação evangelizadora. Por isso, também oferece reflexões pastorais sobre os próprios sacramentos, alinhados com o magistério pontifício atual.

Divido em três sessões – os Sacramentos de Iniciação Cristã (que incluem o Batismo, a Crisma e a Eucaristia), os Sacramentos de Cura (a Penitência e a Unção dos Enfermos) e os Sacramentos de Serviço (o Matrimônio e a Ordem) –, o documento aborda de forma sintética a teologia de cada um dos sacramentos instituídos por Nosso Senhor para a Sua Igreja, além das diretrizes para a correta e frutuosa celebração de cada um deles.

Para cada sacramento, podem ser encontradas diversas orientações de como proceder pastoralmente em sua celebração, bem como o conteúdo a ser ensinado em cada etapa da catequese para a recepção dos sacramentos. Ainda, contêm sugestões para a organização das pastorais que instruem e auxiliam sua celebração, como a Pastoral da Saúde, a Pastoral Familiar, e as equipes de música e cerimônia.

O Cardeal Scherer explica que “a boa pastoral sacramentária é parte integrante do processo de evangelização e do testemunho da vida cristã. E a boa celebração e administração dos sacramentos é parte essencial do serviço de santificação da Igreja, do qual o povo de Deus tem necessidade e direito.” Assim, ele também expressa o desejo de que o novo diretório seja objeto de estudo e reflexão por parte do clero e dos agentes de pastoral, para que se possa alcançar “grandes melhoras na vida sacramentária do povo de Deus na Arquidiocese.”

guest
3 Comentários
Inline Feedbacks
Veja todos os comentários
Sueli Rosa dos Santos
Sueli Rosa dos Santos
1 mês atrás

Gostaria muito de adquirir esse documento. Como faço?

Rosa maria
Rosa maria
1 mês atrás

Demorou…. paga alguma coisa pra batizar???

Cléia Vasconcelos
Cléia Vasconcelos
1 mês atrás

Eu gostei muito dessa ordem dos sacramentos adicionados em um subsídio 👏👏👏