Hemocentro alerta para queda de doações de sangue no fim de ano

hepatite exame de sangue e

No fim de ano, existe a tendência de queda na taxa de doadores de sangue, de acordo com a Fundação Pró-Sangue. Por outro lado, a demanda costuma crescer devido aos acidentes de trânsito comuns nesta época de festas.

Por isso, a fundação ressalta a importância de manter as doações. A Fundação Pró-Sangue do Hospital das Clínicas da Faculdade de Medicina da USP funcionará na quinta-feira, 31, até as 13 horas. O Hemocentro se manterá fechado para doações apenas no feriado de 1º de janeiro.

Segundo Pró-Sangue, a pandemia reduziu as doações de forma drástica. Atalmente, até o grupo sanguíneo mais frequente, O+, está em fase crítica. As solicitações para transfusões, devem ser aceitas em uma medida que não prejudique os pacientes, mas também não leve ao total desabastecimento, pois a saída de sangue é, hoje, maior do que a entrada.

Como doar?

Os requisitos básicos para a doação incluem estar em boas condições de saúde, ter entre 16 e 69 anos — desde que a primeira doação tenha sido feita até os 60 anos —, pesar no mínimo 50 kg e apresentar um documento original com foto. Pacientes infectados pelo coronavírus devem aguardar um período de 30 dias após a cura para doar sangue, situação similar a de indivíduos recém-vacinados: aqueles que receberam o imunizante Coronavac devem doar apenas dois dias depois da vacinação; e no caso dos que receberam as vacinas Pfizer, AstraZeneca e Janssen, apenas sete dias depois.

Recomenda-se o agendamento on-line, pelo site prosangue.sp.gov.br, para evitar aglomerações. Basta acessar a página, preenche-la o formulário e escolher um endereço e horário para doar.

Deixe um comentário