Monges lamentam realização de evento de moda no Mosteiro de São Bento

A comunidade monástica do Mosteiro de São Bento emitiu, no sábado, 2, uma nota de esclarecimento sobre o desfile de moda realizado no interior Basílica Abacial Nossa Senhora da Assunção, na quarta-feira, 29 de novembro, fato que causou perplexidade de fiéis nas redes sociais.

Foto: Mosteiro de São Bento

Na nota, publicada na conta do Mosteiro no Instagram, os monges explicaram que, a princípio, a “mostra de cerimonial para Casamentos” tinha o objetivo de “apresentar o espaço litúrgico e a execução de músicas de casamento no órgão de tubos”. No entanto, “para a desagradável surpresa da comunidade monástica, os organizadores não comunicaram aos monges todos os detalhes do evento, como infelizmente foi divulgado nas redes sociais”.

“A comunidade beneditina sempre preza pela Tradição litúrgica, pelo temor reverencial ao espaço sagrado, conforme ensina nosso Pai São Bento, na sua Santa Regra, ‘… que tudo no Mosteiro seja tratado como vasos sagrados do altar’ – RB 31, 10”, manifestaram os monges, que pediram desculpas aos fiéis católicos e a toda a comunidade eclesial “pela falha na organização deste evento”, já tomando todas as providências de âmbito interno e para garantia da preservação da Basílica como lugar de culto e oração”.

No domingo, 3, houve um ato de desagravo no interior da basílica, presidido pelo Comissário Pontifício do Mosteiro, Frei Evaldo Xavier, com a participação dos monges e fiéis.  

A íntegra da nota está disponível em: https://tinyurl.com/ywt3bqo4.

guest
9 Comentários
Inline Feedbacks
Veja todos os comentários
Lourdes Welz
Lourdes Welz
2 meses atrás

Prezados monges.
Razão tinha Bento XVI, quando afirmou que os inimigos da Igreja estavam dentro da própria Igreja. Lamento profundamente que um desfile de modas seja realizado diante de um altar sagrado! Que DEUS tenha piedade desses vândalos.
Obs: Nunca mais vou ao brunch.

Adilson Morais
Adilson Morais
2 meses atrás

A moda transmite beleza, tinha por objetivo mostrar o que há de belo para as noivas no momento de receber o sacramento do matrimônio. O único desagravo que há nesse mosteiro, é o túmulo de um bandeirante, mercenário, assassino e estuprador. Isso sim merece uma nota. Paz e bem

Ireneo Massoco.
Ireneo Massoco.
2 meses atrás

1 bilhão de pessoas passando fome no mundo, entre outros tantos milhares de problemas como as guerras e religiões (não só a católica) discutindo beldades.

Roberto Samara
Roberto Samara
2 meses atrás

Isso me parece ser uma imposição da “Teologia da Libertação “ para distorcer e menosprezar o cristianismo.
Precisamos ficar atentos a isso, para que não se repita.

Aparecida
Aparecida
2 meses atrás

A Prudência e a Vigilância são duas amigas inseparáveis. A visão de leigos não cristãos são diferentes e diametralmente opostas na maioria das vezes. É por isso que fazemos a catequese que, aliás, deve ser relembrada poer toda a vida, porque a Igreja não é ambiente para modismos e inovações. Não devemos dar ouvidos àqueles que dazem alaridos para mudanças, nem mesmo sabem o que ser cristão. Para estes, resta que rezemos para que a Luz Divina os ilumine e se convertam.