Morre o Cônego Laerte Vieira da Cunha, aos 91 anos

(Notícia atualizada às 20:40)

Cônego Laerte Vieira da Cunha

A Arquidiocese de São Paulo comunica, com pesar, o falecimento do Cônego Laerte Vieira da Cunha, aos 91 anos, na tarde desta quarta-feira, 26, no Hospital Nipo-Brasileiro. Ele estava internado desde a terça-feira, 25, devido a complicações de saúde.

Nascido em 29 de outubro de 1931, em São Paulo, teve o despertar vocacional para o sacerdócio ainda na infância, na Paróquia São Rafael, na Mooca, zona Leste da Capital. Ingressou no Seminário Menor Arquidiocesano em Pirapora de Bom Jesus (SP), aos 14 anos. Foi ordenado sacerdote em 3 de dezembro de 1961, na Paróquia Imaculada Conceição, à época, capela do Seminário Central do Ipiranga. 

Como sacerdote, atuou como professor no seminário, pároco e vigário paroquial em diversas paróquias. Por mais de duas décadas foi Vice-Chanceler do Arcebispado de São Paulo. Seu último trabalho pastoral foi como Vigário Paroquial na Paróquia Santa Teresinha do Menino Jesus, no Jaçanã, na Região Episcopal Santana. 

Quando o Cônego Laerte completou 82 anos de vida, em outubro de 2013, sua trajetória de vida foi recordada em uma reportagem do O SÃO PAULO, na qual se destacava o talento que tinha em tocar instrumentos musicais, algo que aprendeu de seu pai, que foi seu principal incentivador para que fosse coroinha na infância na Paróquia São Rafael.

Na missa em ação de graças por seu aniversário natalício realizada na Paróquia Santa Teresinha, onde atuava como Vigário Paroquial naquele ano de 2013, o Cônego falou sobre a vocação ao sacerdócio e o passar do tempo. “O que move minha vida é o Evangelho. A gente se torna na idade que eu tenho [82 anos] muito reflexivo”, disse na missa.

Funeral

O corpo do Cônego Laerte será velado na quinta-feira, 27, a partir das 8h30, na Paróquia Santa Teresinha do Menino Jesus (Av. Guapira, 2055, Jaçanã), onde, às 11h, haverá uma missa de corpo presente.

[Informação atualizada] Às 14h, o corpo será transladado para o Cemitério do Santíssimo Sacramento (Av. Dr. Arnaldo, 1.200, Sumaré), onde será sepultado.


guest
4 Comentários
Inline Feedbacks
Veja todos os comentários
Maria da Glória Lemes de Souza
Maria da Glória Lemes de Souza
10 meses atrás

Cônego Laerte, com certeza foi acolhido pelos anjos do céu, já que na terra foi acolhedor de todos os fiéis. É com pesar que recebo esta notícia, mas ao mesmo tempo agradecida ao Senhor, por me ter dado a oportunidade de conviver e trabalhar com ele na Paroquia Nossa Senhora da Anunciação (Vila Guilherme). Com ele aprendi muito, aprendi o que é ser acolhedora, aprendi que podemos exigir do outro com mansidão, aprendi que na vida gritos não são ouvidos, pois o silêncio fala muito mais alto. Obrigada Cônego, sua presença foi marcante. Que o Senhor o receba com o mesmo carinho que recebestes a todos nós.
Obrigada. Maria da Glória Lemes de Souza e família .

Giuseppe D'Aleo
Giuseppe D'Aleo
10 meses atrás

Os ensinamentos que tive de Teologia e catequese com o Cônego Laérte , o trabalho como catequista de Batismo que realizei com ele , ficarão sempre em meu coração
❤️

Joao Carlos Pelasso
Joao Carlos Pelasso
10 meses atrás

Aprendi muito com o Conego,como catequista,seu testemunho,me ajudou na caminhada da igreja

Lucia Pereira de Oliveira da Silva
Lucia Pereira de Oliveira da Silva
10 meses atrás

Meus sentimentos aos familiares.Senhor Deus o receba na sua eterna morada 🙏