Nossos jovens saem do sofá: Dia Nacional da Juventude em 2020

Bispo Referencial para o Setor Juventude na Arquidiocese de São Paulo destaca o engajamento da juventude na Igreja neste período de pandemia.

Dia Nacional da Juventude celebrado no Campo de Marte em 2019 (Foto: Luciney Martins/O SÃO PAULO)

Guardamos boas recordações da última celebração do DNJ no ano passado, no Campo de Marte: uma verdadeira multidão de jovens esbanjou alegria e animação durante as apresentações das bandas, a celebração da Santa Missa, as confissões e a Bênção com o Santíssimo Sacramento.

Este ano não pudemos nos encontrar devido ao isolamento físico recomendado pelas autoridades sanitárias. No entanto, a nossa juventude da Arquidiocese está viva e atuante desde o início do ano e isso é um grande motivo de gratidão para todos nós.

Primeiramente, os jovens foram muito prestativos em ajudar as suas paróquias para atuar nas redes sociais, atualizar as páginas web das paróquias, a ajudar a montagem dos equipamentos para a transmissão via internet das celebrações: tenho recebido muitos comentários positivos dos padres sobre a presença e apoio dos jovens em suas paróquias; sem eles, os padres não teriam aprendido a utilizar melhor as redes sociais para entrar em contato com os paroquianos e estar presentes em suas casas por meio de mensagens, orações, vídeos e transmissão de celebrações ao longo desses meses.

Além disso, os jovens são realmente protagonistas nas iniciativas de nossas paróquias em relação ao recolhimento de mantimentos e distribuição de cestas básicas: quando as pessoas de grupo de risco deviam ficar em suas casas, os jovens comparecem e mostram o rosto da Igreja misericordiosa.

Na retomada das celebrações, no início do mês de julho passado, novamente os padres puderam contar com a presença e a disponibilidade de inúmeros jovens que, com sorriso, recebem as pessoas para as celebrações dentro dos protocolos de segurança estabelecidos pela Igreja.

Se não pudemos celebrar o Dia Nacional da Juventude todos juntos neste ano de 2020, podemos, com certeza, dizer que celebramos, em todos os dias da pandemia, a participação ativa da juventude. Isso nos enche o coração de alegria: estamos realmente juntos!

Ao pensar nisso, lembrei-me das palavras do Papa Francisco na JMJ em Cracóvia, em 2016, ao comentar que Maria Santíssima não se fecha em casa, não se deixa paralisar pelo medo. Maria não é daquelas pessoas que, para estar bem, precisam dum bom sofá onde ficar cômodas e seguras. Não é uma jovem-sofá! Ela não perde tempo e põe-se imediatamente a caminho para servir a sua prima idosa. (cf. Discurso na Vigília, Cracóvia, 30/VII/2016).

Sim, nossos jovens mostraram, ao longo deste ano de pandemia que Deus pode contar com eles não só nos momentos de festa e de alegria, mas quando sua presença e atuação é mais necessária. Vamos nos preparar desde já para comemorarmos com muita alegria o próximo DNJ de 2021!

Notícias relacionadas

Comentários

DEIXE UM COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Compartilhe!

Últimas Notícias

Assine nossa Newsletter