Ônibus, trem e metrô terão passe livre no domingo de eleições em SP

Prefeitura de São Paulo bem como de outras cidades da região metropolitana já haviam anunciado a gratuidade do transporte em ônibus e vans municipais

Ônibus, trem e metrô terão passe livre no domingo de eleições em SP, Jornal O São Paulo
Foto: Rovena Rosa/Agência Brasil

O governo de São Paulo divulgou, na quinta-feira, 27, que o transporte público por trilhos e também por ônibus metropolitano será gratuito no domingo, 30, dia de eleições.

A medida, segundo o governo, valerá para o Metrô de São Paulo, os trens da Companhia Paulista de Trens Metropolitanos (CPTM), os ônibus da Empresa Metropolitana de Transportes Urbanos (EMTU) e também para ônibus intermunicipais de todo o estado.

A medida, segundo o governo, custará R$ 11,5 milhões aos cofres públicos.

“Domingo é o dia da democracia, por isso é justo que todos tenham acesso ao transporte público e possam votar com igualdade de condições. Portanto, catraca livre”, disse o governador de São Paulo, Rodrigo Garcia.

Nesta semana, o prefeito de São Paulo, Ricardo Nunes, anunciou gratuidade para os ônibus e vans municipais que circulam na capital paulista. O transporte será gratuito em qualquer linha das 6h às 20h. Os passageiros vão embarcar pela porta traseira.

Essas iniciativas têm como base a decisão do Supremo Tribunal Federal (STF) que liberou o transporte público gratuito no segundo turno das eleições. A decisão permite que prefeitos e governadores que adotarem a medida não sejam responsabilizados por improbidade administrativa ou crime eleitoral.

No domingo será realizado o 2o turno de eleições presidenciais no Brasil. Nesse mesmo dia, o eleitor do estado de São Paulo irá escolher o seu próximo governador.

Segundo o governo paulista, a gratuidade  vai valer entre as 6h e 20h de domingo para o Metrô, CPTM e EMTU. Já para os ônibus intermunicipais (como os que são operados pela Viação Cometa, Viação Piracicabana, Viação Santa Cruz, etc) terão isenção durante as 24 horas de domingo. As balsas, no entanto, não terão gratuidade.

Fonte: Agência Brasil

Deixe um comentário