Operação Baixas Temperaturas entrega mais de 15 mil agasalhos e cobertores à população em situação de rua

Foram distribuídas 23.067 sopas e 23.746 bebidas quentes durante a iniciativa emergencial, além de 110 atendimentos para animais de estimação; ação contou com o apoio e doações da sociedade civil e de organizações do terceiro setor e privadas

Prefeitura de SP

A chegada dos dias mais frios do inverno paulistano foi recebida pela Prefeitura de São Paulo com uma ação humanitária intersecretarial de reforço ao acolhimento à população em situação de rua que é realizado pelo Operação Baixas Temperaturas. Durante os seis dias de funcionamento da iniciativa, que se encerrou na noite de ontem, segunda-feira, foram distribuídos 15.919 agasalhos e cobertores, 23.067 sopas e 23.746 bebidas quentes nas cinco tendas emergências, estrategicamente localizadas para melhor atender esta população. Os acolhimentos à população em situação de rua seguem sendo realizados pela Operação Baixas Temperaturas até setembro.

A posição das tendas foi definida com base no censo da população em situação de rua de 2019 e em informações colhidas pelos atendimentos realizados em campo nos últimos meses, e os números reforçam a efetividade da estratégia. Os agasalhos e as mantas distribuídas visavam atender, principalmente, às necessidades da parcela desta população que não frequenta os centros de acolhida, a qual está mais exposta ao frio.

 “Tanto o frio do inverno paulistano como as consequências da pandemia só reforçam a necessidade de um olhar mais empático para as populações vulneráveis, e pude acompanhar de perto os benefícios do acolhimento e distribuições realizados nas tendas”, diz Claudia Carletto, Secretária Municipal de Direitos Humanos e Cidadania, pasta responsável pela organização da ação emergencial. “Também agradeço pelo apoio essencial da sociedade civil, organizações privadas e de terceiro setor, que com suas doações permitiram que o acolhimento chegasse a mais e mais pessoas”, completa.

 Durante os seis dias da ação emergencial foram recebidos 50 cobertores do Consulado do Japão; 120 cobertores, 500 luvas, 500 gorros e 500 meias cedidos pela Subprefeitura da Mooca, obtido em doações pela FEVABRAS (Federação dos Varejistas e Atacadistas do Brás) e APECC (Associação Paulista dos Empreendedores do Circuito das Compras); 1.000 cobertores, 500 cachecóis, 500 luvas e 500 meias da Legião da Boa Vontade; colchonetes, sacos de dormir e isolantes térmicos Nautika; 200 mantas e 50 cobertores da Zelo; 500 cobertores da Grande Loja Maçônica do Estado de São Paulo; 3.100 peças de roupa do Sonda e 2.000 kits de inverno da Cruz Vermelha São Paulo.

 A ação também disponibilizou atendimento para animais de estimação da população em situação de rua, na tenda localizada na Praça da Sé, que aconteceu de sábado (31/07) a segunda-feira (02/08). O serviço prestado pela Coordenadoria de Saúde e Proteção ao Animal Doméstico (COSAP) realizou um total de 110 atendimentos entre gatos e cachorros, recebendo 80 autorizações para castração, encaminhamento que também permite que os animais sejam vacinados, microchipados e recebam o Registro Geral Animal (RGA) ao serem devolvidos para seus(suas) tutores(as). Durante a ação os animais também receberam aplicação de medicamentos no local, como vermifugação e remédios para machucados e antipulgas, além da distribuição de cobertores, petiscos e ração.

(Com informações de Prefeitura de SP)

Comentários

DEIXE UM COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Compartilhe!

Últimas Notícias

Assine nossa Newsletter