Padre Dervile: uma vida de oblação que anunciou a Verdade

Sacerdote atuante na Região Episcopal Belém faleceu na quinta-feira, 18. Velório aconteceu na manhã da sexta-feira

Padre Dervile: uma vida de oblação que anunciou a Verdade, Jornal O São Paulo
Giane Falavigna

A Arquidiocese de São Paulo comunica o falecimento do Padre Dervile Alonço, ocorrido na noite da quinta-feira, 18, aos 73 anos.

Padre Dervile nasceu no dia 4 de junho de 1949 e recebeu a ordenação sacerdotal no dia 23 de novembro de 1979. Exerceu seu ministério em diversas paróquias da Região Episcopal Belém.

O velório aconteceu na Paróquia Nossa Senhora do Bom Parto, no Tatuapé onde era Vigário Paroquial. Às 9h, Dom Cícero Alves de França, Bispo Auxiliar da Arquidiocese na Região Episcopal Belém, presidiu a missa de corpo presente, concelebrada por Dom Pedro Luiz Stringhini, Bispo de Mogi das Cruzes (SP) e presidente do Regional Sul 1 da CNBB. Também participaram diversos padres que atuam nesta região episcopal.

GRAÇAS A DEUS PELA VIDA

Na homilia, Dom Cícero recordou o Evangelho em que Jesus se apresenta como ressurreição e vida. “A nossa ressurreição e a nossa vida não são duas ideias, mas estão sintetizadas em uma pessoa: Jesus Cristo.” O Prelado ainda ressaltou que a ressurreição não é simplesmente voltar à vida, mas é vencer a morte. “Nós podemos até retardar a morte, mas nunca vencer. Somente Jesus pôde vencê-la”. 

Padre Dervile: uma vida de oblação que anunciou a Verdade, Jornal O São Paulo
Giane Falavigna

Dom Cícero destacou que Padre Dervile “fez da sua vida uma oblação para anunciar a Verdade”, e ressaltou que a celebração é um meio de dar graças a Deus pela vida do sacerdote, “pelas tantas Eucaristias que ele presidiu, pelas tantas confissões que celebrou e absolveu, pelos tantos irmãos doentes que ele visitou e levou consolo e a Palavra de Deus, por tantas pessoas que ele ajudou”. 

Por fim, Dom Cícero afirmou que a vida e a morte fazem parte de um único mistério. “Estamos diante de um mistério, e estando diante deste mistério nos calamos, diante do mistério nós contemplamos. Peçamos, portanto, que o Senhor enxugue nossas lágrimas”, concluiu. 

CONDOLÊNCIAS

Ao final da celebração, Dom Pedro Luiz Stringhini destacou que o sacerdote atuou por 45 anos na Região Belém.

O Prelado, que já foi bispo auxiliar da Arquidiocese na Região Episcopal, agradeceu aos sacerdotes que cuidaram do Padre nos últimos anos, especialmente diante da situação de enfermidade. 

Padre Dervile: uma vida de oblação que anunciou a Verdade, Jornal O São Paulo
Gabriel Matos

Em nome do Cardeal Odilo Pedro Scherer, Dom Cícero transmitiu aos familiares e fiéis as condolências pelo falecimento do sacerdote, e também agradeceu ao Padre Tarcísio Marques Mesquita, Pároco da Paróquia Nossa Senhora do Bom Parto, por ter acolhido e cuidado do Padre Dervile nos últimos tempos. 

Após a missa, o corpo do sacerdote foi translado para a cidade de Sorocaba (SP), para a sequência dos funerais, aos cuidados de seus familiares. 

Por Fernando Arthur
Colaborador de Comunicação na Região Episcopal Belém

Deixe um comentário