Padres novos atuantes na Arquidiocese têm encontro com o Arcebispo

Arquivo pessoal

Entre os dias 9 e 11, em Campos do Jordão (SP), o Cardeal Odilo Pedro Scherer reuniu os padres novos – aqueles que têm até oito anos de sacerdócio e atuam na Arquidiocese de São Paulo – para o encontro que ocorre anualmente entre eles. Trata-se de uma oportunidade de convivência, partilha e formação, na qual a troca de experiências é fundamental para o enriquecimento pastoral, pessoal e ministerial dos sacerdotes.

Na edição deste ano, que teve a participação de aproximadamente 40 sacerdotes, o Arcebispo de São Paulo, como de costume, conduziu a exposição dos assuntos e o intercâmbio de ideias.

Num primeiro momento, Dom Odilo exortou os sacerdotes a observarem questões importantes a fim de manter o ministério fecundo e o entusiasmo sacerdotal e, assim, evitar a aridez espiritual: cultivar a vida de oração, celebrar a Eucaristia diariamente, manter a direção espiritual em dia, alimentar a amizade fraterna entre si, observar momentos de lazer e descanso, buscar viver o cotidiano de forma organizada, entre outros aspectos. Também se interessou em saber acerca da motivação dos sacerdotes em relação ao próprio ministério, como se sentiam interiormente diante da atuação diária como padres, com seus desafios e satisfações.

Entre os demais temas abordados, destacam-se as considerações canônicas acerca da preparação dos noivos para o sacramento do Matrimônio, bem como questões e cuidados referentes à documentação que deve ser apresentada pelos interessados, à elaboração do processo correspondente e aos detalhes referentes às novas situações que têm surgido na sociedade recentemente, bem como aspectos relacionados à celebração do sacramento propriamente. Também foi objeto de partilha a atualização promovida recentemente pelo Papa Francisco nas disposições que legislam sobre os crimes canônicos.

Outros tópicos que mereceram atenção naqueles dias foram os que dizem respeito à administração paroquial – com atenção especial para as disposições contidas no Plano de Manutenção da Arquidiocese – e o zelo que deve existir pelas coisas do povo de Deus.

Todas as questões tratadas contaram com a constante interação dos sacerdotes participantes, que puderam expor seus pontos de vista, esclarecer dúvidas e emitir sugestões em relação à vivência pastoral, administrativa e ministerial na Arquidiocese de São Paulo.

Comentários

DEIXE UM COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Compartilhe!

Últimas Notícias

Assine nossa Newsletter