Pastoral Carcerária promove palestra com Mario Sergio Cortella em unidade prisional

Reconhecido por seu trabalho como filósofo, escritor e educador, Mario Sergio Cortella esteve no Centro de Detenção Provisória de Pinheiros II (CDP II), na zona Oeste da capital paulista, em 9 de setembro, quando palestrou para cerca de 120 pessoas, entre as quais os membros do corpo funcional dessa unidade prisional e presos de todos os pavilhões.

Pastoral Carcerária promove palestra com Mario Sergio Cortella em unidade prisional, Jornal O São Paulo
Arquivo pessoal

A iniciativa da palestra foi do grupo da Pastoral Carcerária da Região Episcopal Lapa e a temática discorrida partiu da ideia central que cada pessoal tem força interior para conquistar o que almeja, de modo que não há metas impossíveis. 

“Foi uma aula muito emocionante, sobre a força da persistência, a necessidade de termos esperança e a busca incessante em tornar-se necessário (a) no mundo em que vivemos. O professor, a partir de experiências de sua vida pessoal, conversou sobre a importância do outro em nosso cotidiano, sob a perspectiva de sermos esse outro, que não deixa nosso próximo em situação de abandono”, comentou Érica Carolina Rodrigues da Silva, agente da Pastoral Carcerária.

Na conclusão da palestra, a Pastoral Carcerária da Região Episcopal Lapa transmitiu a seguinte mensagem a todos: “O impossível da Pastoral Carcerária, aquela utopia que buscamos, é um mundo sem cárceres. Acreditamos que Deus, em sua infinita misericórdia, criou o homem para liberdade e é assim que Ele pensou a vida de todos os seus filhos e filhas. Então, a nossa luta, o nosso sonho é o fim das grades, e a nossa motivação é encontrar Jesus em cada um de vocês”.

(Com informações de Érica Carolina Rodrigues da Silva)

Deixe um comentário