Por ocasião da festa patronal, Dom Odilo preside missa no Seminário de Filosofia

Rodolfo Rodrigues de almeida

Na quinta-feira, 5, o Cardeal Odilo Pedro Scherer presidiu missa no Seminário de Filosofia Santo Cura D’Ars, da Arquidiocese de São Paulo, por ocasião da festa patronal. Concelebraram Dom Carlos Silva, OFMCap, Bispo Auxiliar da Arquidiocese na Região Brasilândia, e os Padres Frank Antônio de Almeida, Reitor do Seminário, e José Ferreira Filho. Participaram da missa os seminaristas da etapa do Discipulado (que envolve o estudo de Filosofia).

Na homilia, Dom Odilo falou sobre a vida de santidade de São João Maria Vianney, Pároco da pequena aldeia de Ars, na França, na transição dos séculos XVIII e XIX. Santo Cura d’Ars, como se tornou mais conhecido, nasceu em 1786 e faleceu em 1859. “O Santo Cura ensina aos futuros padres como ser um pastor acessível ao povo de Deus, a exemplo de Jesus, o Bom Pastor. São João Maria Vianney difundia santidade em sua vida diária, homem de pouco estudo e com dificuldades, porém, grande em sabedoria e espiritualidade, o que lhe possibilitou ser um importante confessor das almas de Ars ou daqueles que vinham de todo o país ao encontro do Padre da pequenina aldeia francesa. Santo Cura d’Ars foi, sem dúvida, o discípulo fiel do Senhor, e os seminaristas, a seu exemplo, devem fazer o mesmo, sendo, nesta etapa do Discipulado, fiéis ao chamado que o Senhor faz”, afirmou o Arcebispo na homilia.

Ao fim da missa, Dom Odilo, os seminaristas e os concelebrantes confraternizaram em um jantar no seminário.

Histórico

O Seminário Maior de Filosofia Santo Cura d’Ars, situado na Freguesia do Ó, serviu como Seminário Arquiepiscopal de Filosofia e Teologia entre 1927 e 1933, sendo desativado em 1934 quando houve a inauguração do Seminário Central do Ipiranga. Depois, o local foi reativado como um orfanato e, em 1955, tornou-se seminário para vocações adultas com o nome de Seminário Vestibular Santo Cura d’Ars, título como padroeiro atribuído pelo antigo Reitor, Padre Pedro Tino Batistela. Em 1985, o Seminário de Filosofia tornou-se a casa de formação de Teologia da Região Episcopal Lapa, e manteve esta mesma função para a Região Brasilândia entre 1989 e 1992, tornando-se, posteriormente, o seminário de Filosofia de toda a Arquidiocese. Atualmente, o Reitor é o Padre Frank Antônio de Almeida e o Diretor Espiritual, o Cônego José Adriano.

(Por Rodolfo Rodrigues de Almeida – Colaboração especial para O SÃO PAULO)

Comentários

DEIXE UM COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Compartilhe!

Últimas Notícias

Assine nossa Newsletter