Presencialmente e on-line, devotos festejam Santo Antônio de Sant´Anna Galvão

Reprodução do Facebook

Entre os dias 23 e 25, foi realizado na Igreja Santo Antônio de Sant’Anna Galvão, no Mosteiro da Luz, o tríduo em honra ao padroeiro que a nomeia. Simultaneamente, entre os dias 16 e 24, houve a Novena de Frei Galvão.

“No dia 11 de julho de 1762, com 23 anos, ele é ordenado sacerdote, no Rio de Janeiro, celebrando a sua primeira missa na Igreja de Santo Antônio, em Guaratinguetá (SP). Foi designado para o Convento de São Francisco, em São Paulo, onde aperfeiçoou seus estudos de Filosofia e Teologia, ajudando seus confrades no apostolado de Conselheiro. Confessor e acolhedor generoso de todos, Frei Galvão foi profundamente marcado pela formação franciscana e devoção a Nossa Senhora, cuja dimensão nos é revelada pela sua consagração à Imaculada Virgem Maria como ‘filho e escravo perpétuo’, assinada com o próprio sangue, a 9 de novembro de 1766”, disse o Padre José Arnaldo Juliano dos Santos, Capelão do Mosteiro da Luz, na missa do dia 16.

Em razão da pandemia do novo coronavírus, as missas do tríduo às 8h foram apenas transmitidas pela internet. No dia 25, porém, aconteceram duas missas com a presença de fiéis, às 14h e 16h. Diariamente, houve a distribuição das pílulas de Frei Galvão e os devotos puderam também comprar os pães e bolos que levam o nome do Santo, feitos pelas freiras enclausuradas do convento, bem como os artigos religiosos da lojinha do Mosteiro.

Notícias relacionadas

Comentários

DEIXE UM COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Compartilhe!

Últimas Notícias

Assine nossa Newsletter