‘Que edifiquemos nossa vida sobre a rocha que é a Palavra de Deus’

(Foto: Frederico Oliveira)

O Cardeal Odilo Pedro Scherer, Arcebispo de São Paulo, presidiu a missa na manhã desta quinta-feira, 25, na capela de sua residência, transmitida pela rádio 9 de Julho e pelas mídias digitais da Arquidiocese.

Dom Odilo ofereceu a Eucaristia pela Igreja no brasil e em São Paulo, “que vive esse tempo participando das angústias e sofrimentos do povo”. Também rezou pelos doentes, por aqueles que têm a preocupação com a saúde , mas também com o trabalho e com o sustento, “para que superemos essa pandemia e que também Deus nos dê a força orientação e a luz necessária que possamos desempenhar bem a nossa missão”.

ROCHA FIRME

Na homilia, o Cardeal refletiu sobre o Evangelho do dia (Mt 7,21-29), que narra a conclusão do sermão da montanha, no qual Jesus apresenta os ensinamentos que são considerados a base a pregação do Reino de Deus.  

Nesse trecho, Jesus ressalta que nem todo aquele que o invoca entrará no Reino dos Céus, mas, sim, aqueles que põem em prática a vontade do Pai. Ele também comparou quem ouve suas palavras e as põe em prática a quem constrói a casa sobre a rocha firme.  

“A casa é nossa vida, nossos projetos, nossa existência, que edificamos dia a dia, se é orientada pela Palavra, a verdade de Deus, têm sólido fundamento, não desmorona. Isso é para nós a certeza de estarmos construindo sobre o chão firme”, explicou o Arcebispo.

Jesus também ressalta que o oposto, quem ouve sua Palavra, mas não a coloca em prática, é como alguém que constrói a casa sobre a areia e é derrubada pelas tempestades e ventanias. “Ouvir e pôr em prática, levar a sério a Palavra de Deus. Se não fazemos isso, nós corremos o sério risco de estarmos trabalhando e edificando nossos projetos em vão”, reforçou o Cardeal.

A PALAVRA PERMANECE

Dom Odilo recordou, ainda, outro trecho bíblico no qual Jesus diz que passarão céus e terra mas sua palavra não passará. “Os projetos meramente humanos têm o seu tempo e passam, porém, o projeto de Deus não passa, sua Palavra é eterna. Construir e orientar a vida segundo esta Palavra é para nós motivo de certeza, de serenidade, de segurança sobre nossa vida e nossos projetos”, enfatizou.

O Cardeal também lembrou que esse trecho do Evangelho do dia costuma ser proclamado nas celebrações do Matrimônio, pois “é justamente quando os esposos casam, começam edificar uma vida a dois, em família”.

“Que Deus nos ajude a edificar a nossa vida pessoal, comunitária, social, da Igreja, das nossas comunidades paroquiais, movimentos, associações sobre a Palavra de Deus. Se são edificadas sobre vaidades humanas, isso não vai longe”, exortou o Cardeal, enfatizando que, nos trabalhos eclesiais, Jesus Cristo seja sempre colocado no centro, como base e referência, assim como na vida da sociedade, de um povo, de um país e da humanidade como um todo. “A Palavra de Deus é luz para todos os povos”, concluiu.

Notícias relacionadas

Comentários

DEIXE UM COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Compartilhe!

Últimas Notícias

Assine nossa Newsletter