Santa Efigênia é celebrada no centro de São Paulo

Em 1809 surgiu a Paróquia de Nossa Senhora da Conceição – Santa Ifigênia, que deu nome ao largo e ao bairro localizado ao redor da igreja

Pascom Paroquial

A Paróquia Nossa Senhora da Conceição – Santa Ifigênia celebrou entre os dias 13 e 22, os festejos em louvor a Santa Ifigênia, Padroeira da Moradia, com o tema “Com Santa Ifigênia nesta pandemia; Pela fé solidários com as famílias sem pão, trabalho e moradia” e lema “Todos os que abraçaram a fé estavam unidos e tudo partilhavam” – At 2, 44.

Entre os dias 13 a 21, foi realizado o novenário que contou com a participação de padres e religiosos atuantes no Setor Catedral Sé. No dia 22, houve o enceramento dos festejos da padroeira com missa presidida por Dom Carlos Lema Garcia, Bispo Auxiliar da Arquidiocese na Região Sé.

Nos dias 18 e 19, a Paróquia contou com a participação especial da Orquestra Sinfônica Sinos Azuis com as “Serenatas de Inverno”, representadas pela maestrina Mônica Giardini, pelo solista e contrabaixista Webster Silas, que apresentou a Sinfonia n. 2 em Ré Maior Op. 73 de Johannes Brahms, e pelo solista e violista Marcelo Jaffé, que apresentou o Concerto Para Viola de Radamés Gnattali.

História da Paróquia

Construída em 1720, a primeira Capela de Nossa Senhora da Conceição foi reformada a partir de 1794, e, conforme edito do príncipe regente Dom João VI, em 1809 surgiu a Paróquia de Nossa Senhora da Conceição – Santa Ifigênia, que deu nome ao largo e ao bairro localizado ao redor da igreja. Dom João também determinou que a Irmandade de Santa Ifigênia e Santo Elesbão, cujos membros eram negros alforriados, se estabelecessem na nova igreja.

(Com informações de Pascom Paroquial)      

Comentários

DEIXE UM COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Compartilhe!

Últimas Notícias

Assine nossa Newsletter