Teologia na PUC-SP: Um curso, duas titulações e múltiplas possibilidades

Ainda é possível começar neste semestre os estudos de Teologia na PUC-SP. Até o dia 14, os interessados podem se inscrever no processo seletivo complementar que será feito por meio de uma prova on-line, no dia 17, ou a partir da nota obtida pelo estudante no Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) entre as edições de 2016 a 2021.

Teologia na PUC-SP: Um curso, duas titulações e múltiplas possibilidades
Divulgação

A inscrição, no valor de R$ 50,00, pode ser feita no portal Nucvest – Vestibulares e Concursos.

O curso de bacharelado em Teologia tem duração de quatro anos, para a turma matutina, e de cinco anos, no período noturno. As aulas presenciais acontecem no campus Ipiranga da PUC-SP, localizado na Avenida Nazaré, 993. O diploma de Bacharel em Teologia da PUC-SP tem duplo reconhecimento: o civil, pelo Ministério da Educação (MEC), e o eclesiástico, pela Santa Sé, desde que o estudante já tenha cursado a graduação em Filosofia ou a faça posteriormente, em uma complementação filosófica oferecida pela faculdade, no período noturno.

Por que estudar Teologia?

Em recente entrevista à rádio 9 de Julho, o diretor da Faculdade de Teologia da PUC-SP,  Padre Boris Agustin Nef Ulloa, elencou alguns dos muitos beneficios que um leigo pode obter com o estudo da Teologia. “A formação teológica faz com que a pessoa entenda a sua fé de uma forma mais aprofundada, mais ampla. A Teologia transforma, em primeiro lugar, a vida da pessoa”, comentou.

Padre Boris detalhou que o estudo da Teologia permite que o leigo aprofunde saberes sobre a fé revelada, tendo como fundamento o tripé Sagrada Escritura, Tradição e Magistério da Igreja, um conhecimento que será enriquecedor não só para quem o adquire, mas também para a comunidade a qual essa pessoa pertença e para toda a Igreja.

“Estimular mulheres, homens, leigos e leigas a aprofundar o estudo teológico, ajuda também a amadurecer e progredir essa Igreja mais ministerial, mais sinodal, missionária e em saída que o Papa tem insistido. A ciência teológica, embora seja um instrumental necessário para a ordenação de ministros ordenados, não deve estar exclusivamente ‘nas mãos’ dos ministros ordenados, religiosos e religiosas, mas também dos leigos”, enfatizou o Diretor da Faculdade.

Muitas possibilidades de atuação

O Sacerdote também falou sobre as várias possibilidades de atuação profissional dos leigos que se formam em Teologia: “Essas pessoas, capazes de dar um testemunho mais qualificado da própria fé, podem trabalhar no Ensino Religioso, em alguma instituição católica ou simplesmente prestar concurso públicos em que se exige alguma graduação em nível superior”.

Padre Boris também recordou que muitas empresas hoje tem buscado por profissionais graduados em Teologia, dada a crescente demanda de questões referentes a ética. “Há muitos teólogos que trabalham em comitês de ética, atuam com questões relativas aos direitos humanos, combate à violência, defesa da criança e dos idosos, enfim, existem muitas instituições que precisam de pessoas que tenham uma formação teológica adequada”, exemplificou.

Além das possibilidades profissionais, Padre Boris comentou que leigos bem formados em Teologia podem melhor servir a Igreja em diferentes pastorais, na Catequese, como ministros extraordinários, bem como colaborar na formação espiritual dos fiéis.

“O Santo Padre tem pedido uma formação mais qualificada dos catequistas, e assim o curso de Teologia pode dar acesso às pessoas compreenderem as razões de sua fé e melhor dialogar na sociedade contemporânea diante dos atuais problemas. Portanto, há toda uma reflexão da fé, mas que aterrissa na realidade concreta”, explicou.

Investimento

O valor atual das mensalidades para os estudantes ingressantes é de R$ 1.678,00 (matutino) e R$ 1.253,00 (noturno). A Faculdade de Teologia não concede bolsas de 100%, mas há um fundo solidário, mantido pelos professores e por doações, para facilitar o acesso dos leigos a esta graduação.

“Nós oferecemos bolsas que em alguns semestres chegam a 50% do valor da mensalidade, em outros a 70%, isso depende muito do fundo que conseguimos manter”, comentou o Padre Boris, mencionado ainda a possibilidade de o estudante obter bolsas de estudos junto à Fundação São Paulo, mantenedora da PUC-SP.

O Diretor da Faculdade de Teologia também explicou que se tem feito um trabalho de sensibilização junto às paróquias da Arquidiocese e de outras dioceses da Província Eclesiástica de São Paulo sobre a possibilidade de que custeiem parte dos estudos dos leigos que queiram cursar Teologia. “Na paróquia em que sou Pároco, a Imaculada Conceição do Ipiranga, temos aprovado pelo conselho paroquial uma ajuda econômica para duas pessoas leigas, que vão iniciar o curso de Teologia este ano. É importante achar caminhos nas próprias paróquias e comunidades, mesmo as que têm menos recursos”, avaliou.

ESTUDE TEOLOGIA NA PUC-SP AINDA NESTE SEMESTRE
Inscrições: até 14/02, no portal Nucvest – Vestibulares e Concursos, acessível em https://cutt.ly/SOPDfiT
Valor: R$ 50,00
Processo seletivo por prova on-line: 17/02, das 19h30 às 21h
Seleção a partir da nota do Enem: o instrumento para a seleção é o resultado obtido pelo  candidato no Enem nas edições entre 2016 e 2021, desde que a média obtida tenha sido igual ou superior a 450 pontos
Local de estudo: campus Ipiranga da PUC-SP (Avenida Nazaré, 993)
Duração: 4 anos (matutino) ou 5 anos (noturno) 
Mensalidade para ingressantes: R$ 1.678,00 (matutino); R$ 1.253,00 (noturno)
Para mais detalhes sobre o curso: www.pucsp.br/graduacao/teologia
Canais de atendimento: WhatsApp – (11) 3124-5797; E-mail – vestibular@fundasp.org.br

(Entrevista: Cleide Barbosa/Redação final: Daniel Gomes)

1 comentário em “Teologia na PUC-SP: Um curso, duas titulações e múltiplas possibilidades”

Deixe um comentário