‘Vivamos, a todo momento, na transparência e na luz da verdade’

(foto: Bruno Melo/Arquivo)

O Cardeal Odilo Pedro Scherer, Arcebispo de São Paulo, presidiu, na capela de sua residência, a missa desta quarta-feira, 14.

Como tem acontecido diariamente desde o início das medidas restritivas para conter o avanço da pandemia de COVID-19, há mais de um ano, a Eucaristia foi transmitida pela rádio 9 de Julho e pelas mídias digitais da Arquidiocese.

O Evangelho do dia (Jo 3,16-21) continua a narrar o encontro de jesus com Nicodemos, definida por Dom Odilo, na homilia, como uma “catequese pascal”.

O Cardeal destacou, ainda, que Nicodemos estava “nas trevas” e vem à luz por meio do encontro com o Senhor e ouvindo sua palavra. “O que nos tira das trevas, em primeiro lugar, é o amor infinito de Deus. Não é mérito nosso, é graça, misericórdia”, acrescentou o Arcebispo, recordando as palavras do Evangelho: “Deus amou tanto o mundo, que deu o seu Filho unigênito, para que não morra todo o que nele crer, mas tenha a vida eterna”.

Sair das trevas

Dom Odilo continuou a reflexão afirmando que o passo seguinte para sair das trevas é dado pelo ser humano quando se decide viver na luz, isto é, abandonar as obras que não condizem com a luz de Deus, com a vida nova daqueles que foram batizados, discípulos e Jesus.

“Quem pratica o mal odeia a luz e não se aproxima da luz, para que suas ações não sejam denunciadas. Mas quem age conforme a verdade aproxima-se da luz, para que se manifeste que suas ações são realizadas em Deus”, exorta Jesus a esse fariseu.

Nesse sentido, o Cardeal reforçou: “Permanecer nas trevas é também uma responsabilidade de escolha própria. Que possamos, a todo momento, viver na transparência e na luz da verdade, em todas as nossas ações, em toda a nossa vida”.  

Notícias relacionadas

Comentários

DEIXE UM COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Compartilhe!

Últimas Notícias

Assine nossa Newsletter