A pedido dos médicos, o Papa adia a viagem à África

O diretor da Sala de Imprensa Matteo Bruni: “O Santo Padre se vê obrigado a adiar a viagem apostólica” ao Congo e ao Sudão do Sul, prevista para o início de julho

Vatican Media

O Papa Francisco se vê obrigado a adiar sua próxima viagem à África, que o teria levado à República Democrática do Congo e ao Sudão do Sul na primeira semana de julho, para uma data ainda a ser definida. Foi o que anunciou na manhã desta sexta-feira, 10 de junho, o diretor da Sala de Imprensa da Santa Sé, Matteo Bruni.

“Aceitando o pedido dos médicos – declarou – e para não comprometer os resultados das terapias no joelho ainda em andamento, o Santo Padre, com pesar, é obrigado a adiar a Viagem Apostólica à República Democrática do Congo e ao Sudão do Sul, prevista para realizar-se de 2 a 7 de julho, para uma nova data a ser definida.”

A peregrinação à África previa duas etapas no Congo, na capital Kinshasa e na cidade de Goma, e uma no Sudão do Sul, na capital Juba.

Vatican News

Deixe um comentário