A porta do céu ‘é estreita, mas aberta a todos’

A porta do céu ‘é estreita, mas aberta a todos’, Jornal O São Paulo
Vatican News

Quando Cristo fala em “esforçar-se para entrar pela porta estreita” (Lc 13,24) está falando da salvação que é destinada a todos os que o seguem. Assim refletiu o Papa Francisco na oração do Angelus do domingo, 21. 

“A porta estreita é uma imagem que pode nos assustar, como se a salvação fosse destinada só a poucos eleitos ou aos perfeitos”, disse. “Mas isso contradiz o que Jesus ensinou em muitas ocasiões”, pois “a porta é estreita mas aberta a todos! Não esqueça isso: a todos! A porta está aberta a todos!”, enfatizou. 

A noção da “porta estreita”, no entanto, se refere ao fato de que para seguir a Cristo é preciso fazer escolhas. O Papa recordou que Jesus também diz: “Eu sou a porta, se alguém atravessa por meio de mim será salvo” (Jo 10,9). Portanto, para “entrar na vida de Deus, na salvação, é preciso passar por meio dele, não de outro, dele. Acolher a Ele e à sua Palavra”. 

A medida dessa “porta” é o seu Evangelho, destacou o Santo Padre. Segui-lo significa “empenhar a vida no amor, no serviço e no dom de si como fez Ele, que passou pela porta estreita da cruz”. Significa deixar de lado “o egoísmo, reduzir a presunção de autossuficiência”, renunciar ao orgulho e superar a preguiça, disse ele. 

Deixe um comentário