Eucaristia é experiência ‘amorosa e concreta’ do Senhor

O encontro com Jesus na Eucaristia é a essência da “atenção de Cristo às nossas necessidades, e o convite a fazer o mesmo com quem está ao nosso lado”, disse o Papa Francisco, na oração do Angelus do domingo, 19, dia da celebração da Solenidade do Corpo e Sangue de Cristo (Corpus Christi) na Itália e em outros países. 

Eucaristia é experiência ‘amorosa e concreta’ do Senhor, Jornal O São Paulo
Vatican Media

“A Eucaristia, instituída na Última Ceia, foi a linha de chegada de um percurso ao longo do qual Jesus havia manifestado alguns fortes sinais, sobretudo a multiplicação dos pães”, disse o Pontífice, em referência à passagem do Evangelho segundo São Lucas (9,11-17). No relato, Jesus dá de comer à multidão, multiplicando pães e peixes de forma milagrosa. 

COMER E SACIAR 

Esse texto representa a intenção de Jesus de “dar de comer e saciar” a todos, mas não apenas no sentido material, notou o Papa, mas também nas necessidades mais profundas do ser humano. “Na Eucaristia, cada um pode fazer experiência dessa amorosa e concreta atenção do Senhor”, afirmou o Santo Padre. 

Ao dar-lhes de comer, Jesus, primeiro, sacia a fome da multidão, e lhes ensina que não há que se preocupar demais com o futuro, com o percurso que está por vir, pois Ele “toma conta de tudo”, de forma discreta, mas impressionante, explicou Francisco. 

Isso significa que a Eucaristia remete a uma dimensão concreta da vida, “e não distante, vaga, talvez luminosa e perfumada de incenso, longe do cotidiano”, disse o Papa. Ao contrário, “o Senhor toma conta até das nossas necessidades elementares”, também “nos faz companhia”, oferece consolação, amizade, bom humor, atenção, acrescentou. 

PRESENÇA DE CRISTO 

Daí uma segunda dimensão da Eucaristia: além de alimentar a multidão, Jesus oferece “saciedade”, notou o Papa Francisco. “Precisamos nos alimentar, mas também de ser saciados, de saber que o nutrimento vem do amor”, disse ele. 

Eucaristia é experiência ‘amorosa e concreta’ do Senhor, Jornal O São Paulo

“No Corpo e Sangue de Cristo, encontramos a sua presença, a sua vida doada por cada um de nós. Jesus não nos dá só uma ajuda para seguir em frente, Ele nos dá a si mesmo. Faz-se nosso companheiro de viagem, entra nas nossas histórias, visita as nossas solidões, dando novo sentido e entusiasmo”, refletiu o Pontífice. É isso que oferece saciedade, nas palavras do Papa. Cristo é o “algo mais” que todos nós buscamos, “porque o calor de sua presença muda nossa vida”. 

Por causa das dores no seu joelho, neste ano o Papa Francisco não participou das celebrações públicas do Corpus Christi, que no Vaticano, assim como no Brasil, foi celebrado como feriado, em 16 de junho. 

Deixe um comentário