Há cinco anos nascia o Dicastério para os Leigos, a Família e a Vida

Criado pelo Papa Francisco em 2016, assumiu as competências e funções que antes pertenciam ao Pontifício Conselho para os Leigos e ao Pontifício Conselho para a Família

Vatican Media

Promoção da vida e do apostolado dos fiéis leigos, cuidado pastoral dos jovens, da família e apoio à vida humana. Estas são algumas das diretrizes que orientam as atividades do Dicastério para os Leigos, a Família e a Vida, instituído pelo Papa em 15 de agosto de 2016 com a carta apostólica sob a forma de motu proprio Sedula Mater. “A Igreja Mãe cuidadosa”, diz o texto, “sempre teve, ao longo dos séculos, cuidado e consideração pelos leigos, pela família e pela vida, manifestando o amor do Salvador misericordioso para com a humanidade”. A Carta Apostólica prossegue: “Asseguramos que os dicastérios da Cúria Romana sejam adaptados às situações do nosso tempo e às necessidades da Igreja universal. Em particular, nossos pensamentos voltam-se para os leigos, para a família e para a vida, aos quais desejamos oferecer apoio e ajuda, para que possam ser um testemunho ativo do Evangelho em nosso tempo e uma expressão da bondade do Redentor”.

Estatuto

O Dicastério para os Leigos, a Família e a Vida é regido por um Estatuto aprovado ad experimentum em 10 de abril de 2018 e que entrou em vigor em 13 de maio de 2018. O Estatuto declara, entre outras coisas, que entre seus objetivos estão os de promover e encorajar “organizações e associações que ajudem as mulheres e a família a acolher e salvaguardar o dom da vida, especialmente no caso de gravidezes difíceis, e a evitar o recurso ao aborto”. É presidida pelo prefeito, cardeal Kevin Farrell, auxiliado por um secretário, o brasileiro padre Alexandre Awi Mello, e dois subsecretários leigos, dra. Linda Ghisoni e dra. Gabriella Gambino. Tem seus próprios membros e consultores, incluindo fiéis leigos – homens e mulheres, solteiros e casados – engajados em vários campos de atividade e provenientes de várias partes do mundo. Tem um número adequado de funcionários, clérigos e leigos, escolhidos, tanto quanto possível, das diferentes regiões do mundo.

Tarefas

É tarefa do Dicastério para os Leigos, a Família e a Vida promover a vocação e a missão dos fiéis leigos na Igreja e no mundo, tanto como indivíduos quanto como membros de associações, movimentos e comunidades, promovendo neles a consciência da corresponsabilidade, em virtude do sacramento do Batismo, pela vida e missão da Igreja, de acordo com os diferentes carismas recebidos para a edificação comum. O Dicastério também incentiva “a presença ativa e responsável dos fiéis leigos na vida paroquial e diocesana e nos órgãos consultivos de governo da Igreja universal e, ao mesmo tempo, presta especial atenção à sua missão particular de animar e aperfeiçoar a ordem das realidades temporais”. O Dicastério também se dedica “ao cuidado pastoral da família, protegendo sua dignidade e o bem baseado no sacramento do matrimônio, e promovendo seus direitos e responsabilidades na Igreja e na sociedade civil”. Um de seus objetivos é apoiar e coordenar iniciativas para a proteção da vida humana desde a concepção até a morte natural, tendo em mente as necessidades da pessoa nos vários estágios de desenvolvimento”. O Dicastério também promove conferências e eventos internacionais, em particular o Encontro Mundial das Famílias. 

Encontro Mundial das Famílias

Este evento tão aguardado será realizado em Roma, de 22 a 26 de junho de 2022, após um adiamento de um ano devido à pandemia. Este décimo encontro internacional tem uma nova fórmula. Assumirá uma dimensão “multicêntrica e generalizada”. Roma será o local principal, mas nos mesmos dias cada diocese poderá promover um encontro local para suas próprias famílias e comunidades. Todas as famílias do mundo serão capazes de desempenhar um papel de liderança. Todos poderão participar”, sublinhou o Papa na mensagem em vídeo por ocasião da extraordinária apresentação da forma deste encontro, “mesmo aqueles que não podem vir a Roma”. O Papa também exorta as pessoas a serem vivas, ativas e criativas, a fim de se organizarem com suas famílias, em sintonia com o que acontecerá em Roma. O tema do próximo Encontro Mundial das Famílias é o amor familiar, como uma vocação e um caminho para a santidade. O evento é organizado pelo Dicastério para os Leigos, a Família e a Vida e pela diocese de Roma e será realizado no sexto aniversário da Amoris laetitia e quatro anos após Gaudete et exsultate….

(Com informações de Vatican News)

Comentários

DEIXE UM COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Compartilhe!

Últimas Notícias

Assine nossa Newsletter