Mineira, Irmã Benigna tem virtudes heroicas reconhecidas

Mineira, Irmã Benigna tem virtudes heroicas reconhecidas, Jornal O São Paulo
Congregação das Irmãs Auxiliadoras de Nossa Senhora da Misericórdia

O processo de beatificação da religiosa mineira Benigna Victima de Jesus avançou uma etapa. Na sexta-feira, 18, o Papa Fran- cisco reconheceu as virtudes heroicas da “serva de Deus”, que passa a ser chamada de “Venerável”. Irmã Benigna nasceu em 1907, em Diamantina (MG), e morreu em 1981, aos 74 anos, em Belo Horizonte, no mesmo estado.

Conhecida por sua fé e pela caridade, a religiosa ganhou fama de santidade na igreja local e teve seu processo de beatificação iniciado em 2011, na Arquidiocese de Belo Horizonte. Ela era religiosa da Congregação das Irmãs Auxiliadoras de Nossa Senhora da Misericórdia. Seu nome de batismo é Maria da Conceição Santos.

Para que avance o processo de beatificação, é preciso que a Santa Sé reconheça um milagre por intercessão da venerável Benigna. A devoção à religiosa é bastante viva nos locais onde viveu, e os relatos de graças recebidas são muitos. Ela tem fama de ter vivido grandes penas, como o preconceito racial e problemas de saúde, mas ainda se dedicou integralmente ao amparo dos mais necessitados.

Deixe um comentário