O Papa: num momento difícil, o Advento é a “grande esperança”

Na sua saudação aos fiéis de diversas línguas, no final da audiência geral, Francisco convidou-os a dedicar momentos de oração inspirados nas semanas que preparam para o Natal

Vatican Media

A esperança numa verdade que salva, uma luz mais forte que a escuridão, um caminho que transforma o coração. Tudo isto é o Advento e o Papa, imediatamente após a audiência geral desta quarta-feira, quis recordar à Igreja em todas as partes do mundo a importância do período litúrgico que está prestes a começar.

“Nestes tempos difíceis para muitos, esforcemo-nos por redescobrir a grande esperança e alegria que nos dá a vinda do Filho de Deus ao mundo”, disse Francisco aos fiéis em francês, enquanto se dirigindo aos fiéis de língua italiana – salientou que a recente Solenidade de Cristo Rei do Universo mostrou que Jesus “nos libertou do poder das trevas, para nos inserir no seu Reino, e para nos tornar testemunhas críveis da verdade salvífica”.

Meditar à luz da Palavra

As orações da Solenidade de Cristo Rei, disse o Papa aos fiéis de língua alemã, chamam a atenção “para o retorno de Jesus no fim dos tempos” e que, no entanto, Cristo “já vem agora nos pequenos e nos necessitados para nos preparar, em plenitude, para o grande encontro com Ele”.

Aos fiéis de língua inglesa Francisco indicou que durante a viagem dos quatro domingos do Advento, com o qual inicia o ano litúrgico, a luz de Cristo pode “iluminar os nossos caminhos e dissipar a escuridão dos nossos corações”. E com os fiéis de língua espanhola o Papa completou um mosaico ideal de espiritualidade convidando-os a “dedicarem momentos de oração” ao Advento, “meditando à luz da Palavra de Deus, para que – disse – o Espírito Santo que habita em vocês possa iluminar o caminho a seguir e transformar o coração, na espera o Nascimento de Nosso Senhor Jesus”. 

As Missas “Rorate”

Um exemplo de luz que derrota as trevas, neste sentido, é dado pelas missas “Rorate” – das primeiras palavras do hino inicial Rorate coeli desuper retirado do livro de Isaías – dedicadas à Virgem Maria e celebradas antes do amanhecer à luz das velas, à espera do nascimento do novo dia. Então a saudação aos fiéis de língua polonesa, que assim honrarão Maria nas suas igrejas.

Saudação aos fiéis de língua portuguesa

Na sua saudação aos fiéis de língua portuguesa Francisco disse: “Queridos irmãos, a oração nos abre à força do Espírito Santo, que nos fortalecendo com os seus dons, nos torna firmes na fé e nos impulsa a dar um testemunho alegre da verdade cristã. Que Deus vos abençoe!”

(Com informações de Vatican News)

Notícias relacionadas

Comentários

DEIXE UM COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Compartilhe!

Últimas Notícias

Assine nossa Newsletter