Papa Francisco chega ao Iraque

Papa desembarca no Aeroporto Internacional de Bagdá (Reprodução de Vatican Media)

O Papa Francisco chegou ao Iraque nesta sexta-feira, 5, para a viagem apostólica internacional que realizará até segunda-feira, 8. Esta é a 33ª viagem apostólica internacional do Santo Padre e a primeira desde o início da pandemia da COVID-19.

O Pontífice recebeu uma acolhida calorosa no Aeroporto Internacional de Bagdá. O Santo Padre foi recebido na pista pelo primeiro ministro Mustafa Abdellatif Mshatat, conhecido como Al-Kadhimi e pelo Embaixador Extraordinário e Plenipotenciário do Iraque junto à Santa Sé, Rahman Farhan Abdullah Al-Ameri, além de outras autoridades civis e religiosas. Duas crianças em vestes tradicionais ofereceram flores amarelas ao Papa, que durante todo o tempo usou máscara protetora. Na acolhida oficial não são proferidos discursos.

LEIA TAMBÉM:
O que esperar da viagem do Papa ao Iraque?

Após a apresentação das delegações e a passagem pela Guarda de Honra, o primeiro ministro e o Pontífice dirigiram-se à Sala VIP do aeroporto, mas logo ao entrar no saguão do aeroporto, Francisco foi acolhido calorosamente por jovens vestindo vestes tradicionais, que cantavam músicas típicas em árabe, dançavam e acenavam bandeiras o Iraque e do Vaticano. Seguiu o encontro privado entre o Pontífice e o primeiro-ministro.

Francisco oferecerá a Al-Kadhimi um Trítico, uma medalha de prata alusiva à viagem e uma edição especial da “Fratelli tutti”. Do aeroporto, o Papa segue para o Palácio Presidencial.

Programa do dia

O primeiro compromisso oficial do Papa Francisco em terras iraquianas será a Cerimônia de boas-vindas no Palácio Presidencial, com a visita de cortesia ao presidente da República, Barham Ahmed Salih Qassim. Segue o encontro com as Autoridades, a Sociedade Civil e o Corpo Diplomático, no grande salão do Palácio Presidencial.

Após a saudação do presidente e o discurso do Santo Padre, Francisco dirige-se para a Catedral de Sayidat al-Nejat (Nossa Senhora da Salvação), distante 8,4 km, para o encontro com os bispos, sacerdotes, religiosos/as, seminaristas e catequistas.

Ao final, Francisco se desloca para a Nunciatura Apostólica de Bagdá, distante 3,3 km, onde passará a noite.

Papa saúda jornalistas a bordo do voo para Bagdá (Foto: Vatican Media)

Prêmio de jornalismo

Durante o voo de Roma a Bagdá, os jornalistas conferiram ao Papa Francisco o Prêmio de Jornalismo Maria Grazia Cutuli, intitulado à jornalista italiana morta há 20 anos no Afeganistão.

Os profissionais de imprensa ficaram muito tocados pela última Mensagem do Papa para o Dia Mundial das Comunicações Sociais, quando disse que “a crise editorial corre o risco de levar a uma informação construída nas redações, diante do computador, nos terminais das agências, nas redes sociais, sem nunca sair à rua, sem ‘gastar a sola dos sapatos’, sem encontrar pessoas para procurar histórias ou verificar com os próprios olhos determinadas situações”.

(Com informações de Vatican News)

Notícias relacionadas

Comentários

DEIXE UM COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Compartilhe!

Últimas Notícias

Assine nossa Newsletter