Barcos Hospitais contribuem para o combate à pandemia na região Amazônica

As embarcações Papa Francisco e Papa João Paulo II auxiliam a população com serviços médicos na região do Baixo Amazonas

Fraternidade e Associação São Francisco de Assis na Providência de Deus

Desde o dia 20, os Barcos Hospitais Papa Francisco e Papa João Paulo II estão atracados na cidade de Faro, comunidade ribeirinha do Rio Amazonas, no Estado do Pará e já realizaram mais de 1,3 mil atendimentos, dentre internações e transferências, consultas médicas, exames e distribuição de medicação. O serviço continua por tempo indeterminado.  

A movimentação dos barcos no combate a COVID-19 foi confirmada em entrevista ao Vatican News no dia 22, pelo Bispo de Óbidos, Dom Bernardo Bahlmann, que falou sobre a situação crítica naquela região.

“O Barco Hospital foi correndo para Faro, porque lá é já a divisa com o estado do Amazonas, e nós somos a diocese que faz divisa com o Estado do Amazonas. Aqui está muito afetado também. Muita gente aqui. Estamos fazendo um trabalho a todo vapor” enfatizou Dom Bernardo.

SOCORRER OS RIBEIRINHOS

Fraternidade e Associação São Francisco de Assis na Providência de Deus

O Frei Nicolau Castro, também de Óbidos, confirmou ao Vatican News a situação dramática do Estado do Amazonas que se estende até o oeste do Pará, onde as embarcações procuram socorrer os ribeirinhos das comunidades do Baixo Amazonas. Principalmente porque a região, esclarece o frade, não conta com leitos de UTI.

“Estamos com vários pacientes gravíssimos aqui porque não tem leito de UTI, o nosso pessoal do Hospital 9 de Abril, na cidade de Juruti, nesse momento está em Belém para discutir com o Estado o credenciamento de mais leitos, leitos clínicos de COVID-19 lá no hospital 9 de Abril de Juruti. Aqui o nosso Baixo Amazonas também se encontra nessa calamidade pela falta da matéria”.

A Associação e Fraternidade São Francisco de Assis na Providência de Deus, que mantém as embarcações com o apoio do Governo do Estado do Pará, para atender os ribeirinhos, suspendeu as expedições programadas no Rio Amazonas para dar suporte direcionado aos pacientes de COVID-19 e para reforçar o trabalho da Secretaria de Estado da Saúde do Pará. Frei Nicolau destacou as dificuldades vividas na região, agravadas pela pandemia.

“O preço do medicamento que foi lá para cima, uma série de dificuldades aqui que nós enfrentamos, mas que isso acaba sendo rotina do nosso dia”, afirmou. Deixamos todas as missões do barco e partimos para socorrer Faro. Estamos aqui, unindo forças, desdobrando as atividades para conseguir socorrer todo mundo, mas não está fácil”, concluiu o Frade.

BARCO PAPA FRANCISCO

Fraternidade e Associação São Francisco de Assis na Providência de Deus

A Fraternidade e Associação São Francisco de Assis na Providência de Deus, atua na região amazônica, no estado do Pará,  por meio do Barco Hospital Papa Francisco há mais de um ano e já atingiu a marca de mais de 70 mil atendimentos nas 23 expedições já realizadas.

A embarcação esteve na linha de frente no enfrentamento da pandemia do novo coronavírus, nos meses em que o estado do Pará teve seu pico de casos, com ações orientativas, de prevenção, atendimentos ambulatoriais, e, também, realizando testes rápidos e encaminhamentos para os hospitais de referência para a COVID-19 na região.

Recentemente, foi adquirido mais uma embarcação: o Barco Hospital Papa São João Paulo II, que funciona em complemento e ampliação nos serviços para a população ribeirinha. A embarcação foi viabilizada pelo Ministério Público do Trabalho da 15ª região (Campinas-SP) e da 8ª Região (Santarém-PA),

BARCO HOSPITAL SÃO JOÃO XXIII

Fraternidade e Associação São Francisco de Assis na Providência de Deus

Em dezembro, foi assinado termo que formalizou a aquisição e adaptação da embarcação que funcionará como o Barco Hospital São João XXIII, sendo o terceiro barco conduzido pela Associação e Fraternidade São Francisco de Assis na Providência de Deus, na região.

O novo Barco terá 48 metros de cumprimento, quatro pisos, contendo: área de consultório médico dentário, centro cirúrgico, sala de vacinação, leitos de enfermaria, sala de recuperação etc.

O Barco atenderá a população ribeirinha e indígena no estado do Amazonas, que também enfrenta dificuldades nos serviços básicos na área da saúde, uma vez que a única via para chega até as cidades, onde talvez encontrem atendimento, é o rio, o que acaba dificultando o acesso.

O projeto é uma parceria com o Ministério Público do Trabalho da 11° Região, por meio de recursos provenientes nos autos de processos que tramitam na 12° vara do trabalho de Manaus e Parintins (AM). O órgão indicou, apoio e solicitou a transferência dos recursos para a aquisição e adaptação e custeio do Barco Hospital São João XXIII.

Toda a sustentabilidade para o custeio de sua operacionalização será feito mediante o apoio do Sistema Único do Saúde (SUS), de entidades públicas, civis e religiosas que colaboram com as atividades da entidade, além de outras doações que são feitas por meio de empresas brasileiras e estrangeiras.

A previsão é que o Barco Hospital São João XXIII seja inaugurado e entre em operação é agosto de 2021.

(Com informações de Vatican News, Agência Pará e Associação e Fraternidade São Francisco de Assis na Providência de Deus)

Comentários

DEIXE UM COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Compartilhe!

Últimas Notícias

Assine nossa Newsletter