Brasil deve receber 3,9 milhões de doses de vacinas contra a COVI-19 até domingo

Ministério da Saúde

O Brasil recebeu na quinta-feira, 24, um lote com 300 mil unidades da vacina contra COVID-19 da Janssen, a unidade farmacêutica da Johnson&Johnson. No mesmo dia um lote da Pfizer/BioNTech com 936 mil doses do imunizante também chegou ao país.

Na sexta-feira, 25, desembarcam no Aeroporto de Viracopos, em Campinas (SP), mais 3 milhões de doses da Janssen. Essa remessa faz parte do lote doado pelo governo dos Estados Unidos ao Brasil. Esse imunizante tem aplicação em dose única.

A farmacêutica da Pfizer/BioNTech prevê o envio de uma nova remessa no próximo domingo, 27, de 936 mil imunizantes.

Esses lotes devem ser entregues aos estados e Distrito Federal nos próximos dias. A definição da distribuição é realizada semanalmente em reuniões com Conselho Nacional de Secretários de Saúde e Conselho Nacional de Secretarias Municipais de Saúde. Somados os lotes das duas farmacêuticas, até domingo, o Brasil deve receber 3,9 milhões de doses.   

Ritmo de vacinação

De acordo com levantamentos de veículos de imprensa junto às secretarias estaduais de Saúde, até às 20h da quinta-feira, 24, um total de 68.465.736 pessoas já receberam a 1a dose da vacina contra a COVID-19, o que representa 32,33% da população brasileira

Já a 2a dose foi aplicada em 24.968.144 pessoas (11,79% da população), num total de mais de 93.433.880 pessoas em todos os estados e no Distrito Federal.

A imunização em São Paulo

Até às 20h da quinta-feira, 24, um total de 17.211.165 pessoas já tinham recebido a 1a dose da vacina contra a COVID-19 no estado de São Paulo. Já a 2a dose foi aplicada em 6.053.529 milhões de pessoas no território paulista.

Moradores da cidade de São Paulo com 47 anos podem procurar um dos postos da campanha de imunização contra a COVID-19 e receber a primeira dose da vacina a partir da sexta-feira, 25. Toda a rede de imunização segue operando normalmente e os estoques foram reabastecidos.

Acesse a lista completa de endereços dos postos de vacinação

A vacinação também será retomada para os grupos com as seguintes comorbidades:

– Insuficiência cardíaca
– Cor-pulmonale e hipertensão pulmon
– Cardiopatia hipertensiva
– Síndrome coronariana
– Valvopatias
– Miocardiopatias e pericardiopatias
– Doença da aorta, dos grandes vasos e fístolas arteriovenosas
– Arritmias cardíacas
– Cardiopatias congênitas no adulto
– Próteses valvares e dispositivos cardíacos implantados
– Diabete mellitus
– Pneumopatias crônicas graves
– Hipertensão arterial resistente
– Hipertensão arterial estágio 3
– Hipertensão estágios 1 e 2 com lesão de órgãos alvos
– Doença cerebrovascular
– Doença renal crônica
– Imunossuprimidos
– Anemia falciforme
– Obesidade mórbida’

(Com informações de Agência Brasil e Prefeitura de SP) 

Notícias relacionadas

Comentários

DEIXE UM COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Compartilhe!

Últimas Notícias

Assine nossa Newsletter