Dia de oração: “perseverança e solidariedade diante da pandemia”

CNBB

“Manter a luz da esperança” é o mote escolhido pela Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB) para o Dia de Oração diante da pandemia da covid-19, que será realizado nesta terça-feira, 2. No dia em que a Igreja celebra a Apresentação de Jesus no Templo e o Dia da Vida Consagrada, “são várias as motivações em torno da oração por perseverança e solidariedade diante da pandemia”, de acordo com o bispo auxiliar da arquidiocese de São Sebastião do Rio de Janeiro (RJ) e Secretário-Geral da CNBB, Dom Joel Portella Amado.

O Bispo recorda que, desde o início da pandemia, a Igreja no Brasil não deixou de rezar. “Foram vários os momentos em que a CNBB convidou à oração em comum”, recordou.

“Diante do agravamento do quadro, com o aumento no número de contaminações e mortes, com a insegurança diante da possibilidade de rápida vacinação e com as pessoas manifestando cansaço e, por isso, se descuidando em relação às medidas sanitárias, a CNBB propõe que se intensifique mais ainda a oração, para que nos mantenhamos firmes na fé, na esperança e na caridade, mantendo as medidas de prevenção”, explicou Dom Joel.

Será um dia de oração “muito simples”, porém “de oração e reflexão sobre a firmeza em meio à tempestade, como nos lembrou o Santo Padre quando da oração na Praça de São Pedro”, situou Dom Joel. Nas intenções, também estão as sequelas econômicas da pandemia, refletidas no alto desemprego e nas situações de fome e desespero.

Contemplar Maria e José

“Na festa da Apresentação do Senhor, nós contemplamos, entre outros aspectos, a Virgem Maria e São José firmes, ainda que vivenciando tudo que os Evangelhos nos contam: era um momento de bastante tensão e angústia. Nem por isso, entretanto, deixaram de se voltar para Deus”, indicou Dom Joel.

Vida Consagrada

No Dia Mundial da Vida Consagrada, em comunhão com toda a Igreja, o Dia de Oração também terá a intenção dos religiosos e religiosas em seu dia especial. “Vamos agradecer a Deus por esse dom tão fecundo à Igreja, com especial atenção para os consagrados e consagradas que estão na linha de frente no atendimento às vítimas da covid-19, alguns tendo até entregue a própria vida”.

Programação

A programação terá início às 9h com a missa presidida pelo Arcebispo de Belo Horizonte (MG) e Presidente da CNBB, Dom Walmor Oliveira de Azevedo, transmitida direto do Santuário Nossa Senhora da Piedade, em Caeté (MG). Na parte da tarde, haverá uma live sobre as fontes de ânimo em tempo de pandemia. À noite, o terço, às 19h e a oração da noite, às 21h. Esses momentos serão transmitidos por emissoras de TV de inspiração católica e pelas redes sociais da CNBB.

Confira a programação completa.

Comentários

DEIXE UM COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Compartilhe!

Últimas Notícias

Assine nossa Newsletter