Doação de Sangue: um gesto concreto em favor do próximo

Hemocentros de todo país se unem na campanha ‘Somos todos do mesmo sangue’, em vista do Dia Nacional do Doador de Sangue, em 25 de novembro

Reprodução da Internet

A Fundação Pró-Sangue e hemocentros de todo país se uniram na segunda-feira, 23, para o lançamento da campanha “Somos todos do mesmo sangue”, no contexto do Dia Nacional do Doador de Sangue, celebrado em 25 de novembro.

A ação é inédita e tem como objetivo destacar a importância desse gesto, sobretudo durante a pandemia, período em que houve queda de até 50% no número de doações em algumas regiões do Brasil. Cada hemocentro vai desenvolver ações locais com os doadores para incentivar a participação. 

Segundo o Ministério da Saúde, 1,8% da população doa sangue de forma regular. O índice fica abaixo do parâmetro de 2% definido pela Organização Mundial de Saúde (OMS) e abaixo dos 5% registrados em países da Europa. Devido à quarentena e às medidas de isolamento social, muitas pessoas deixaram de sair de suas casas para realizar doações.

Com isso, o nível dos estoques de vários hemocentros do país caiu drasticamente, como é o caso da Fundação Pró-sangue, em São Paulo, que está operando atualmente com apenas cerca de 30% da sua capacidade. A doação continua sendo segura e medidas cautelares estão sendo adotadas nos postos de coleta, de modo a preservar os candidatos e os colaboradores.

PRECISAM DA NOSSA JUDA

Jovens da Família UNES realizam periodicamente a doação de sangue (Foto: Felippe Camilo)

O Grupo de Jovens Unidos no Espírito Santo (Família UNES), da Comunidade São Bendito, pertencente a Paróquia Bom Pastor, na Região Episcopal Brasilândia, realiza periodicamente a doação de sangue e durante a pandemia já promoveu a ação em duas oportunidades.

Em julho, os jovens realizaram a iniciativa no Banco de Sangue do Hospital Beneficência Portuguesa, na Bela Vista. Laura Viana, 22 anos, doou pela primeira vez e relatou ao O SÃO PAULO como sentiu-se segura, pois o local está adotando todas as medidas preventivas devido à pandemia.

Laura, que mesmo antes de doar pela primeira vez já fazia campanha em suas redes sociais incentivando a doação, também destacou a atenção e o cuidado de todos os funcionários do Banco de Sangue para que o voluntário se sinta seguro e confortável.

“Muitas pessoas deixaram de doar sangue por conta na pandemia, mas é importante recordar que a COVID-19 não é a única doença. As pessoas com câncer, leucemias e vítimas de acidentes graves também precisam de sangue. A pandemia é algo grave que modificou nosso cotidiano, mas não podemos esquecer das pessoas que precisam e dependem da nossa ajuda. Não existe sensação melhor do que você voluntariamente poder ajudar alguém que você não conhece”, enfatizou Laura.

REQUISITOS BÁSICOS

Para doar sangue, é preciso estar em boas condições de saúde e alimentado, ter entre 16 e 69 anos (para menores de idade, necessária autorização), pesar mais de 50kg e levar documento de identidade original com foto recente, que permita a identificação do candidato.

Recomenda-se, também, evitar a ingestão de alimentos gordurosos nas quatro horas que antecedem a doação. Bebidas alcoólicas não devem ser consumidas 12 horas antes. Não há a coleta de sangue de quem esteja com gripe ou resfriado e ainda que a pessoa tenha se recuperado, deverá aguardar uma semana para que esteja novamente apta à doação.

Vale lembrar que o coronavírus foi incluído nos critérios de triagem e pode trazer alguns impedimentos para as pessoas que viajaram para o exterior ou tiveram algum contato com a doença. No site da Pró-Sangue é possível se informar das condições para doação em relação a essa infecção.

GESTO CONCRETO

O Setor Pastoral Brás, da Região Episcopal Sé, realiza no dia 5 de dezembro, a segunda edição da iniciativa “Doação de Sangue em Comunidade”, promovida pela Paróquia Nossa Senhora Aparecida dos Ferroviários. A ideia é que as paróquias e comunidades do setor se unam pela causa.  A iniciativa surgiu no mês de março, com a chegada do coronavírus ao Brasil e, consequentemente, a rápida baixa dos estoques de sangue.

“Com a rápida redução dos estoques, propomos novamente a campanha para que não só façamos a doação, mas, também, incentivemos permanentemente as pessoas a se tornarem de fato doadores regulares”, disse à reportagem Fábio Rodrigues, um dos organizadores.

No dia 5, às 7h, os interessados em fazer a doação irão se encontrar na estação Bresser do Metrô Bresser-Mooca. Pede-se que entrem em contato prévio com o Fabio Rodrigues, pelo telefone (11) 98162-0351.

AGENDAMENTO

Vinculada à Secretaria da Saúde do Estado de São Paulo, a Fundação Pró-Sangue conta com seis postos de coleta para atender a mais de 100 instituições de saúde da rede pública da região metropolitana de São Paulo.

Para verificar horário de funcionamento dos postos de coleta e mais informações basta consultar o site da fundação ou ligar para o Alô Pró-Sangue no (11) 4573-7800. O agendamento é apenas feito pelo site, para evitar aglomerações.

Notícias relacionadas

Comentários

DEIXE UM COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Compartilhe!

Últimas Notícias

Assine nossa Newsletter