Em vídeo, Bolsonaro pede a manifestantes que desbloqueiem rodovias

Desde a divulgação do resultado da eleição presidencial no domingo, 30 de outubro, com a vitória de Lula, protestos tem sido feito em rodovias em todo o Brasil, prejudicando o tráfego de veículos de passageiros e de cargas

Em vídeo, Bolsonaro pede a manifestantes que desbloqueiem rodovias, Jornal O São Paulo
Reprodução de vídeo da Polícia Rodoviária Federal

O presidente Jair Bolsonaro (PL), por meio de suas redes sociais, divulgou na quarta-feira, 2, um vídeo em que pede a manifestantes que desbloqueiem rodovias federais em diferentes partes do Brasil.

"Eu quero fazer um apelo a você, desobstrua as rodovias. Isso daí não faz parte, no meu entender, dessas manifestações legítimas. Não vamos perder nós, aqui, a nossa legitimidade", afirmou Bolsonaro, dizendo que assim como os seus apoiadores estava chateado com o resultado final das eleições.

"O fechamento de rodovias pelo Brasil prejudica o direito de ir e vir das pessoas, está lá na nossa Constituição. E nós sempre estivemos dentro dessas quatro linhas. Eu tenho que respeitar o direito de outras pessoas que estão se movimentando, além de prejuízo a nossa economia", disse o presidente.

Os protestos, protagonizados por caminhoneiros que apoiam Bolsonaro, começaram no domingo, 30 de outubro, após a confirmação do resultado da eleição presidencial, com a vitória de Lula (PT) sobre Bolsonaro, com a diferença de 1,8 ponto percentual dos votos válidos, cerca de 2,1 milhões de votos.

Apenas após a determinação do ministro Alexandre de Moraes, do Supremo Tribunal Federal (STF), na segunda-feira, 31 de outubro, a Polícia Rodoviária Federal (PRF), as polícias militares e a Força Nacional de Segurança começaram a atuar para desfazer os bloqueios, que têm diminuído desde então, mas ainda são registrados pelo País, prejudicando o tráfego de veículos de pessoas e cargas.

Até o começo da tarde da quarta-feira, ainda havia 150 bloqueios, conforme dados da PRF, que diz já ter desfeito 688 pontos de manifestações.

PEDIDO DO MINISTÉRIO DA INFRAESTRUTURA

Já na noite da terça-feira, dia 1o, o  ministro da Infraestrutura, Marcelo Sampaio, divulgou nota pedindo a liberação  dos pontos de bloqueios nas rodovias federais e estaduais.

"Trabalhamos para que a livre circulação de pessoas e veículos seja retomada o quanto antes. Além de assegurar o direito de ir e vir de nossa população, é fundamental manter o funcionamento de serviços essenciais e o transporte rodoviário de cargas, de forma que não haja qualquer tipo de desabastecimento em nosso país", consta no comunicado, no qual o ministro também pede que seja garantida a “circulação em nossas rodovias de medicamentos, insumos, bens e combustíveis”.

Fontes: Agência Brasil e G1

Deixe um comentário