Na Diocese de Santo André, Irmãs Franciscanas de Cristo Rei celebram jubileu de ouro

Na Diocese de Santo André, Irmãs Franciscanas de Cristo Rei celebram jubileu de ouro, Jornal O São Paulo
Fotos: Diocese Santo André

A tarde de sexta-feira (20) em Rio Grande da Serra foi marcada por dois momentos importantes para a Paróquia São Sebastião, onde tomou posse de administrador paroquial, celebrou o seu padroeiro e comemorou os cinquenta anos das Irmãs Franciscanas de Cristo na cidade.

Rio Grande da Serra é a sede da Delegação Maria Imaculada, onde acontecem os retiros, assembleias e encontros, na cidade as irmãs atuam com crianças na fase da educação infantil, atendendo também às mães no Lar Sagrada Família.

Dom Pedro Carlos Cipollini presidiu a Santa Missa em ação de graças pelos 50 anos, com a presença das irmãs franciscanas, Padre Ernani que tomou posse como administrador paroquial, Padre José Osvaldo (vigário paroquial) e muitas das famílias atendidas pelo lar.

O bispo diocesano saudou todos os presentes, lembrou a importância de estar todos reunidos para celebrar Jesus, que é o caminho, a verdade e a vida, relembrou a posse do Padre Ernani, que aconteceu antes da santa missa, e agradeceu a dedicação das Irmãs Franciscanas de Cristo Rei na cidade de Rio Grande da Serra. 

Depois da Liturgia da Palavra, Dom Pedro iniciou sua homilia refletindo:

“O nosso batismo nos consagrou para seguir Jesus Cristo, e o seguimento de Jesus é a vocação de todos que foram batizados. Cada um vai seguindo Jesus a sua maneira, alguns no sacramento do matrimônio, outros na vida consagrada, no ministério, no dia a dia da sua profissão. E nesse caminho do seguimento de Jesus encontramos dificuldades, a Palavra de Deus que foi proclamada mostra o desafio de quem quer ser fiel em seguir Jesus.”

O bispo falou da história de São Sebastião, que como soldado de Cristo, defendia os cristãos, foi um jovem que viveu o seu batismo, São Sebastião é conhecido por ter servido a dois exércitos: o de Roma e o de Cristo. Sempre que conseguia uma oportunidade, visitava os cristãos presos, levava uma ajuda aos que estavam doentes e aos que precisavam.

“São 50 anos de desafios, perseveraram para fazer a vontade de Deus, e seguir o Cristo pobre, quero saudar vocês pela dedicação, com grande sacrifício testemunharam o amor para tantas pessoas que precisavam, é o exército de Jesus comandado por São Francisco. E aqui nesta paróquia, mesmo nos momentos difíceis não se deixaram abater, perseveraram, gratidão a vocês”, finalizou Dom Pedro, ressaltando o jubileu de ouro das irmãs.

No final da celebração, a comunidade emocionada prestou homenagem às irmãs,  e ao novo administrador paroquial. Silvio Luis, ministro da palavra, proferiu palavras de agradecimento:

“Acolhemos Padre Ernane com muita alegria, e também celebramos nosso padroeiro São Sebastião e o Jubileu de Ouro das Irmãs. Somos sua família e compartilharemos  todos os momentos de alegria, e também os sofrimentos e dificuldades, que nosso querido padroeiro sempre intercede por ti e pela sua missão no meio de nós.”

Irmã Lenir Tressoldi após as homenagens, agradeceu ao bispo diocesano e aos presentes:

“Hoje só está acontecendo porque estamos juntos, tantas pessoas importantes em nossa caminhada foram importantes, que Deus continue chamando mais para vocação religiosa, consagrada e sacerdotal, para que continuemos trabalhando para o Reino de Deus.”

Na Diocese de Santo André, Irmãs Franciscanas de Cristo Rei celebram jubileu de ouro, Jornal O São Paulo

Fonte: Diocese Santo André

Leia mais
Papa à Irmãs do Serviço Social: não há maior amor do que dar a vida pelos outros

Deixe um comentário