Obra publicada pela Edições CNBB oferece meditações a partir da espiritualidade de São Charles de Foucauld

Canonizado no último 15 de maio, São Charles de Foucauld é reconhecido por sua vida eremítica e pela espiritualidade, centrada naquilo que é essencial ao olhar para Jesus. É neste contexto de destaque ao novo santo da Igreja que a Edições CNBB oferece o livro “Pastores com “cheiro de ovelhas” – Meditações com Charles de Foucauld”.

Obra publicada pela Edições CNBB oferece meditações a partir da espiritualidade de São Charles de Foucauld, Jornal O São Paulo
Divulgação

A obra contém as meditações do retiro anual da Fraternidade Sacerdotal Jesus + Caritas. O autor, padre Carlos Roberto dos Santos, responsável pela Fraternidade aqui no Brasil, orientou o retiro e, gentilmente, registrou as reflexões por escrito. Com a publicação, coloca o leitor em contato com o Irmão Charles de Foucauld e o “insere no presente de nossas vidas”, destaca a editora.

“O princípio geral, válido para todos, de seguir Jesus Cristo, é traduzido na prática simples e silenciosa de uma vida sacerdotal, consagrada ou laica, seguindo as intuições vividas pelo Padre de Foucauld. Este livro contém reflexões profundas e densas, para serem lidas e meditadas com tempo e tranquilidade”, detalha.

Três dias após a canonização do novo santo, o Papa Francisco recebeu os membros da Associação Família Espiritual Charles de Foucauld. Na ocasião, agradeceu a São Charles de Foucald pelo apoio de sua espiritualidade durante sua formação sacerdotal.

“Sua espiritualidade me fez muito bem quando eu estudava teologia, um tempo de amadurecimento e também de crise, e que me chegou através do Padre Paoli e através dos livros de Boignot que li constantemente, e me ajudou muito a superar crises e a encontrar uma forma de vida cristã mais simples, menos pelagiana, mais próxima do Senhor. Agradeço ao Santo e dou testemunho disso, porque me fez muito bem”, partilhou o Papa.

Os membros das Fraternidades Jesus Caritas seguem a espiritualidade do Irmão Charles de Jesus, o Padre de Foucauld, agora proclamado santo. De modo muito simples, eles olham para onde o Irmão Charles olha e, juntos, olham para Jesus: “É o que o padre Carlos Roberto mostra em suas meditações repletas de entusiasmo e impregnadas das intuições do Irmão Charles”, destaca a Edições CNBB.

Fonte: CNBB

Deixe um comentário