A nossa alma é a nossa consciência?

Nesta semana, respondo à seguinte dúvida da Anna Paula, de Jandira (SP): “Gostaria de saber se nossa alma é a nossa consciência. Se quando bebês, temos ou não a consciência formada, e a partir de quando ela começa a operar em nós?”. 

Anna Paula, a nossa alma esta simbolizada naquele sopro de Deus no boneco de barro que Ele moldou ao criar o homem. 

A nossa alma começa a existir quando se inicia a concepção, o encontro do espermatozoide com o óvulo, que dá início ao milagre da vida. Confundir alma com consciência, minha irmã, é um erro que pode nos levar à admissão do aborto ou ao desrespeito aos irmãos com dificuldades cognitivas ou de aprendizagem. A alma que anima o nosso corpo nos abre também para Deus. Ela nos distingue das demais criaturas vivas. 

A Bíblia nos ensina que nós, seres humanos, fomos criados à imagem e semelhança de Deus. Por isso mesmo, qualquer atentado à vida humana, seja pelo aborto, seja pela eutanásia, seja pela violência, seja pela discriminação, acaba por desfigurar a imagem e semelhança de Deus, que marca a existência de todo homem e mulher que vem a este mundo. 

Anna Paula, então guarde isso no seu coração. O ser humano é corpo e alma, e a alma é um sopro de Deus em nós e está presente em nós, tenhamos ou não consciência de nossa vida. 

Somos filhos amados de Deus sempre, em qualquer idade, em qualquer situação de vida.

Explique isso a quem pensa diferente. Viva isso na sua vida pessoal.

Deixe um comentário