‘Deixei o grupo de oração. Deus está zangado comigo?’

A irmã em Cristo que faz esta pergunta preferiu não se identificar, mas ela me pede uma explicação: “Ajude-me a entender por que me sinto com culpa”. 

Minha irmã, como é importante a oração. Ela é comunicação com Deus. Mesmo sendo Deus onipotente, pode tudo; onipresente, está em todo lugar; e onisciente, sabe tudo; toda vez que oramos, nos aproximamos Dele e experimentamos sua presença amorosa, paterna.

Jesus valorizou a oração em comum quando garantiu que se fará presente quando dois ou mais se reunirem em oração. 

Jesus valorizou também a oração individual, quando nos colocamos diante de Deus com nossos sonhos e esperanças. Não há oração que fique sem a resposta de Deus.

Então, minha irmã, não vejo problema algum o fato de você não participar mais de um grupo de oração. O único cuidado que você deve ter é o de não orar mais, nem em grupo, nem sozinha. Você precisa da oração. Ela nos faz crescer na fé.

Eu acrescento mais uma reflexão aproveitando sua pergunta, viu? Jamais deixe de lado, jamais se descuide da oração litúrgica, da participação na missa dominical. Do contrário, você corre o risco de perder o dom da fé. Na missa, nós nos reunimos como irmãos em volta da mesa, ouvimos os recados de Deus na liturgia da Palavra, falamos a Deus louvando, suplicando, intercedendo, pedindo perdão; e nos alimentamos do Corpo e do Sangue de Cristo na liturgia eucarística.

E nunca nos esqueçamos do conselho de Jesus: rezar a oração do Pai-Nosso que Ele nos ensinou e pedir, na certeza de que vamos receber; bater à porta para que Deus nos acolha; e procurar sempre a Deus, para O encontrar. 

Comentários

DEIXE UM COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Compartilhe!

Últimas Notícias

Assine nossa Newsletter