Em pé, sentado ou de joelhos: como ficar após receber a Eucaristia?

A pergunta foi feita pela Aparecida da Silva, do Parque Bancário. E a resposta a seguir também serve para a Vilma dos Santos, do Jardim das Rosas, que me escreveu perguntando se “é pecado comungar em pé?”. 

Comungar é Cristo no meu coração e eu no coração de Cristo. Na comunhão, eu comungo Cristo e Cristo me comunga. Para que isso aconteça, é preciso que estejamos em estado de graça. A forma de comungar, em pé, ajoelhado, sentado, deitado numa cama, tanto faz. Comungar direto na boca ou pegar com a mão, tudo bem! O que é preciso é um coração aberto para Cristo, estar em estado de graça. Muitos, por respeito, se ajoelham para comungar. 

Lembro, porém, minhas irmãs, que a celebração eucarística nos pede que fiquemos de joelhos na consagração do pão e do vinho. É um momento sagrado em que dobramos os nossos joelhos por profunda adoração e gratidão. É um milagre que só os olhos do coração podem ver. Um pedaço de pão e um gole de vinho se tornam o Corpo e o Sangue do Senhor. Após comungar, pode se ajoelhar também. Somos um sacrário vivo naquele momento. 

Sentados nós ficamos para ouvir as duas primeiras leituras, cantando entre as duas o Salmo Responsorial. No ofertório, também nos assentamos, bem como após a comunhão, cantando um hino. 

E de pé, acolhemos o padre no início da celebração, ouvimos a leitura do Evangelho e após a consagração até a comunhão. Enfim, a celebração termina com todos de pé para a oração e a bênção final. 

Assim, as posições do corpo na missa determinam as disposições da alma. Sentados, escutamos; de pé, suplicamos; de joelhos, adoramos. Fiquem com Deus, minhas queridas! 

Deixe um comentário