liturgia

Advento e esperança

O Advento é um tempo litúrgico marcado pela virtude teologal da esperança. Ao longo de quatro semanas, reviveremos a espera dos profetas e justos do Antigo Testamento pela vinda do Salvador. Alimentaremos o desejo pela parusia, isto é, pela segunda vinda de Cristo, quando Ele estabelecerá o seu Reino definitivo. Buscaremos, também, contemplar com gratidão e docilidade a visita silenciosa que o Senhor, qual orvalho que cobre a relva na madrugada, faz às almas que O esperam e amam.   Por ... Leia mais
liturgia

Solenidade de Nosso Senhor Jesus Cristo, Rei do Universo

Deus criou o universo e inscreveu a lei moral natural em cada coração humano. Não há fato ou pensamento que se subtraia a Seus olhos. Ele nos dá liberdade neste mundo para que O sirvamos por amor. Não nos confere, porém, um “direito” a pecar. Devemos obedecer-Lhe, pois “o Senhor dos exércitos é o Rei da glória” (Sl 23,10). Deus é Rei! Dele procede todo bem e toda autoridade (Rm 13,1).  No ventre da Virgem Maria, o Filho de Deus ... Leia mais
Talentos tesouro moeda

Servo bom e fiel!

33º Domingo do Tempo Comum Um homem viajou para o estrangeiro para voltar “depois de muito tempo”. Antes, porém, encarregou três servos de administrar seus bens, dando-lhes cinco, dois e um “talento” (Mt 25,14-30). O talento era uma alta soma de dinheiro, correspondente a 6 mil jornadas de trabalho.  Trata-se de uma alegoria de Jesus Cristo. Ele cumulou-nos de muitos bens corporais e espirituais e subiu aos Céus para retornar no último dia. O senhor da parábola deu talentos “a ... Leia mais
featuredImageId

A ‘insensatez’

32º DOMINGO DO TEMPO COMUM Jesus conta a parábola das jovens que, à noite, aguardavam a chegada do noivo com lâmpadas acesas. Cinco delas eram “previdentes” ou prudentes (phrónimoi). Percebendo que demorava, tomaram consigo vasilhas extras de óleo. Já as outras cinco eram “imprevidentes” ou, literalmente, insensatas (mōrai). Negligentemente – quiçá por preguiça –, não se precaveram. Somente à chegada do noivo foram comprar óleo, mas era tarde. A porta foi fechada e tiveram de ouvir com dureza: “Não vos ... Leia mais
liturgia

Solenidade de Todos os Santos

Celebrando Todos os Santos e os Fiéis Defuntos, respectivamente, pedimos a intercessão da Igreja que já triunfa no Céu e oferecemos sufrágios pela Igreja que padece no Purgatório. Ao longo de todo o mês de novembro, rezaremos mais do que de costume pelos mortos e faremos visitas às sepulturas dos familiares falecidos. Neste ano, as indulgências do dia 2 foram estendidas para todo o mês.  Os cemitérios católicos são abençoados e chamados de “campo santo”, pois recebem corpos que abrigaram ... Leia mais
liturgia

O Mandamento do Amor

O primeiro passo para se combater uma enfermidade é reconhecê-la e se dispor a enfrentá-la. Enquanto a negamos, não pode haver cura. Algo semelhante sucede na relação com Deus. Podemos nos habituar de tal modo à indiferença com o Senhor, ao materialismo, ao ambiente secularizado – que nos envolve como um aquário –, que nem sequer nos damos conta de como ainda O amamos pouco. Por isso, é preciso recordar-nos diariamente que o sentido da existência se resume nesta frase: ... Leia mais
cesar

A Deus o que é de Deus!

29º DOMINGO DO TEMPO COMUM 18 DE OUTUBRO DE 2020 Fariseus e herodianos uniram-se para condenar o Senhor com uma pergunta: “É lícito ou não pagar imposto a César?” (Mt 22,17). Respondendo que sim, Jesus se mostraria favorável a um regime nocivo aos judeus; dizendo que não, seria tido pelos romanos como insubordinado. Pediu-lhes, então, que trouxessem uma moeda e perguntou: “De quem é a figura e a inscrição?”. “De César”, responderam. “Dai, pois, a César o que é de ... Leia mais
Mt

O ‘traje de festa’

28º DOMINGO DO TEMPO COMUM Nosso Senhor compara o Reino dos Céus a um rei que prepara uma festa de casamento a seu filho. Trata-se de um evento não convencional… Como os convidados não quiseram comparecer, as portas foram escancaradas. Para que lugares não ficassem vazios e a abundante comida não se perdesse, “todos” foram convocados para as bodas, tanto os bons quanto os maus. Entretanto, “quando o rei entrou para ver os convidados, observou ali um homem que não ... Leia mais
a vinha do senhor laudenir ramos

A Vinha do Senhor

27º DOMINGO DO TEMPO COMUM 4 DE OUTUBRO DE 2020 Cristo propõe aos chefes dos sacerdotes e anciãos outra parábola sobre a “Vinha”. Citando a profecia de Isaías (Is 5,1-7), compara o povo de Deus a uma vinha pacientemente plantada, cultivada, protegida e vigiada pelo Senhor. Nela são estabelecidos vinhateiros – líderes religiosos –, encarregados de recolher os frutos até a chegada do Dono. No momento de entregar os resultados do cultivo, contudo, esses arrendatários espancaram, apedrejaram e mataram os ... Leia mais
‘Os cobradores de

‘Os cobradores de impostos e as prostitutas vos precedem’

26º DOMINGO DO TEMPO COMUM 27 DE SETEMBRO DE 2020 No templo, Cristo foi interrogado por alguns chefes dos sacerdotes e anciãos que, sem acreditar na sua pregação e na de João Batista, queriam saber com que autoridade realizava tantas obras. Vendo que O colocavam à prova, tendo o coração fechado à verdade, o Senhor os deixou sem resposta e lhes propôs esta parábola. Um pai pediu a cada um de seus dois filhos: “Vai trabalhar hoje na vinha”. O ... Leia mais