Por que São João Batista é festejado no dia de seu nascimento e no de sua morte?

Esta é a dúvida da Neusa, que mora no bairro de Santa Cecília. 

Minha irmã, há dois grandes homens de Deus, citados na Bíblia, que, pela importância que têm na história da salvação, são lembrados duas vezes no calendário litúrgico da Igreja. 

O primeiro é São João Batista. Ele foi anunciado pelos profetas com a voz que clamaria no deserto, preparando os caminhos do Senhor. Por isso, com o nascimento de João Batista, teve início os tempos messiânicos. A liturgia cristã proclama que ele batizou no Rio Jordão o próprio autor do Batismo. Por isso, seu nascimento é celebrado com festa. A Igreja celebra também o martírio de São João, por sua firmeza na fé e coragem de denunciar o erro de Herodes. Ele foi decapitado na prisão, a pedido da filha da cunhada de Herodes. Essa mulher pediu a Herodes, por meio da filha, a cabeça de João Batista.

A outra figura lembrada duas vezes pela liturgia é São Paulo. Lembramos a conversão dele. Jesus entrou na vida dele e, assim, de perseguidor dos cristãos, tornou-se apóstolo. Coube a ele a missão de levar o anúncio da salvação a todos os povos. Lembramos também o martírio de São Paulo. Ele enfrentou a morte com coragem, feliz por ter anunciado Jesus Cristo e morrido por Ele. Espero ter esclarecido sua dúvida, Neusa.

Comentários

DEIXE UM COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Compartilhe!

Últimas Notícias

Assine nossa Newsletter