Quais são os pecados contra o Espírito Santo?

Esta é a pergunta que me foi feita pela Lourdes, da cidade de Santa Maria (RS). Lourdes, para entendermos bem esta afirmação de Jesus de que o pecado contra o Espírito Santo é imperdoável, é preciso ler no Evangelho de São Marcos o contexto em que Jesus a fez. Ele acabou de realizar um milagre, expulsando o demônio de um rapaz. Os fariseus disseram que Jesus expulsava os demônios pelo poder do próprio demônio. Jesus, então, nos faz entender que atribuir ao demônio uma ação de Deus é pecar contra o Espírito Santo. Todos os demais pecados são perdoados, este não. Este pecado contra o Espírito Santo consiste na rejeição completa da graça de Deus. 

O pecado contra o Espírito Santo não significa que Deus não quer perdoar. Não! Significa que a pessoa não quer ser perdoada, porque nega a misericórdia de Deus, se acha uma pecadora para a qual não há salvação. 

Existem, conforme ensina a Igreja, seis atitudes que configuram o pecado contra o Espírito Santo, além daquele que já apontamos, de rejeitar a graça de Deus, de recusar a salvação, de colocar em dúvida a bondade de Deus. Assim, peca contra o Espírito Santo: 

  1. Quem se julga condenado e não tem mais esperança na misericórdia de Deus. 
  2. Quem orgulhosamente se acha perfeito e se considera salvo pelo bem que já fez.
  3. Quem nega uma verdade de fé, proclamada no Credo ou solenemente pela Igreja.
  4. Quem inveja a santidade do outro e nada faz para conquistar esta santidade de vida.
  5. Quem sabe que tem um pecado e obstinadamente continua a praticá-lo.
  6. Quem, quando se vendo no final da vida, se nega a pedir a misericórdia de Deus. 

E eu vou repetir o que disse acima: o pecado contra o Espírito Santo é a negação da misericórdia e do poder de Deus na sua vida. Deus não força ninguém, não arrebenta a porta do nosso coração. Esta porta se abre por dentro e somos nós que temos que a abri-la para Deus. 

Deixe um comentário