‘Somos criaturas ou filhos de Deus?’

A pergunta é da Cleide Miranda. É claro, minha irmã, que tanto antes do Batismo quanto depois do Batismo, o homem ou a mulher são filhos de Deus.  O homem e a mulher são filhos de Deus, porque são criados por Deus, são imagem e semelhança Dele. Podemos dizer que são filhos de Deus segundo a natureza. 

Agora, depois do Batismo, aquele homem e aquela mulher, que já são filhos de Deus na ordem da natureza, se tornam filhos de Deus na ordem da graça. Deus os faz passar pelas águas regenerativas do Batismo, faz deles seus filhos adotivos, seus filhos prediletos.

Cleide, lembre-se do que aprendemos no catecismo. No seu plano de salvação, Deus sonhou um novo homem, uma nova mulher, uma nova humanidade, enfim. Não é à toa que Paulo diz que no Batismo somos sepultados com Cristo e ressuscitamos com Ele para uma vida nova.

No Batismo, tornamo-nos filhos amados de Deus, irmãos de Jesus, templos do Espírito Santo. Somos novas criaturas, somos irmãos, somos família de Deus. 

Há uma frase que resume tudo: em Jesus, filho de Deus, Deus se fez homem para que o homem fosse filho de Deus.

Devemos amar todas as criaturas, viu, Cleide? São Francisco de Assis tinha toda razão quando chamava todas as criaturas de irmãs. Devemos, porém, olhar para cada pessoa como um irmão querido, porque após nosso Batismo podemos orar com Jesus com todo orgulho: “Pai nosso que estais no céu…”. 

Comentários

DEIXE UM COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Compartilhe!

Últimas Notícias

Assine nossa Newsletter