‘Não crer na Confissão e no Terço é pecado?’

A pergunta em questão me foi feita pelo Reginaldo Ferraz. Primeiro, que história é esta? É claro que ninguém é obrigado a rezar o Rosário. Há muitas outras formas de orar e cada um é livre para escolher a que melhor se adapte ao seu jeito de ser. O importante é orar. As devoções, as novenas, as preces que a Igreja nos propõe são instrumentos que nos ajudam a orar e orar sempre como Jesus nos ensinou.

Mas não acreditar na Confissão é falta de fé na Palavra de Jesus. Aí a coisa é mais grave. Não acreditar na Confissão é desmentir o próprio Cristo que instituiu esse sacramento. Lembre-se do Ressuscitado aparecendo aos apóstolos e dizendo-lhes: “A paz esteja convosco. Recebam o Espírito Santo. A quem vocês perdoarem os pecados, estes lhes serão perdoados. A quem vocês retiverem os pecados, eles serão retidos.” Reginaldo, pense comigo: cada sacramento foi instituído por Jesus para significar um gesto salvador seu continuado na história. O Cristo nos faz filhos de Deus no Batismo. O Cristo nos unge para a missão na Crisma. Ele nos alimenta na Eucaristia. Ele nos perdoa na Penitência ou Confissão. Ele nos cura no Matrimônio. Ele unge seus ministros na Ordem. Ele abençoa o amor humano na Confissão.

Por que não acreditar na Confissão se o perdão recebido nesse sacramento é garantido pelo próprio Jesus? Pensemos na sabedoria desse sacramento. Quando nós confessamos os pecados, fazemos a experiência de nosso pecado e, ao mesmo tempo, a experiência da misericórdia de Deus. Ele gosta de perdoar e perdoa sempre que confessamos nossos pecados.

Que possamos entender as maravilhas deste sacramento que nos reconcilia com Deus e com os irmãos.

guest
1 Comentário
Inline Feedbacks
Veja todos os comentários
ARMANDO LEONARDO
ARMANDO LEONARDO
8 meses atrás

gostaria de saber do estimado padre CIDO o porque que no antigo testamento as pessoas, progetas viviam quase mil anos muito obrigado que Deus o abençoe gratos um abraço.