O livro do Apocalipse nas missas

Esta é a pergunta que recebo da Regina Célia, do bairro de Santana: “Por que o livro do Apocalipse não é comentado nas missas?”

Regina, eu acho que você não reparou bem. O livro do Apocalipse é usado, sim, e muitas vezes na missa. Eu vou citar alguns exemplos: ele é utilizado como leitura do Ano C na 4ª, 5ª e 6ª semanas do Tempo Pascal e em todos os dias da 33ª e 34ª semanas do Tempo Comum. É usado, também, nas leituras das missas de consagração de uma igreja, em missas de Nossa Senhora, dos mártires e dos santos. Nas missas dos defuntos também é usado diversas vezes.

Trata-se de um livro muito especial. Ele foi escrito por São João num tempo de muito sofrimento e perseguição à Igreja. São João o escreveu utilizando uma linguagem cheia de símbolos, para que só os cristãos pudessem entendê-lo.

O livro descreve simbolicamente o combate das forças do mal contra os discípulos de Jesus, até que Ele volte e, enfim, haja a vitória final e o advento da Jerusalém celeste.

Eu fico pensando, minha irmã, no sofrimento dos primeiros cristãos. Eles tinham que enfrentar perseguições e incompreensões. Eram tentados ao desânimo, a abandonar a fé em Jesus. O Apocalipse é um livro carregado de esperança. São João está gritando a eles, por meio deste livro, que só será salvo quem perseverar até o fim. Por isso, ele descreve a grande festa final, quando Jesus será tudo em todos.

O livro do Apocalipse se divide em duas grandes partes. A primeira se refere ao presente vivido pelas comunidades cristãs. São muitas lutas a enfrentar pela Igreja. No futuro, Cristo e a Igreja triunfarão. Por tudo isso, é um livro, repito, carregado de esperança.

Fique com Deus, minha irmã. Que Ele abençoe você e sua família.

- publicidade -
- publicidade -

Notícias relacionadas

Comentários

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Compartilhe!

- publicidade -

Últimas Notícias

‘O Espírito Santo é aquele que reúne a Igreja e a santifica’

Afirmou o Cardeal Odilo Pedro Scherer, na Vigília de Pentecostes, na noite do sábado, 30.

Em meio à pandemia, muita devoção à Santa das Causas Impossíveis no Pari

Cônego Celso Pedro em missa na Capela do Santíssimo Na sexta-feira, 22, celebrou-se a padroeira da Paróquia Santa...

Padroeira da Paróquia Nossa Senhora Auxiliadora é festejada em missa

No domingo, 24, na Paróquia Nossa Senhora Auxiliadora, Setor Pirituba, o Padre José Pedro Batista, Pároco, presidiu missa na Solenidade da Ascensão...

Freguesia do Ó já vive a expectativa da 200ª Festa do Divino

Padres Carlos Ribeiro e Orisvaldo Carvalho em missa transmitida pelo Facebook da Paróquia Nossa Senhora da ExpectaçãoFoto: Natália Figueira.

Lançada a campanha ‘Quero te ver de novo’

No domingo, 24, aconteceu o lançamento da campanha “Quero te ver de novo” (#QueroTeVerDeNovo), que busca conscientizar a população dos bairros de...

Casa Dom Orione: espaço aberto para acolher as pessoas em situação de rua

Atendimentos mantidos na Casa Dom Orione Mantido pela Paróquia Nossa Senhora Achiropita, o Espaço Social D’Achiropita – Casa...

Newsletter