‘Posso acender velas pelas almas no quintal e dentro de casa?’

A pergunta é da Regina Maria, de Osasco (SP): “É errado acender velas pelas almas no quintal e dentro de casa?”. Bom, errado não me consta que seja, viu, Regina? Eu só não entendo por que e para que fazer isso. Tudo bem, a vela tem um significado bonito. Acesa, ela simboliza o Cristo luz do mundo, o Cristo que disse: “Quem me segue não anda nas trevas”. A vela lembra também o Cristo que, enquanto ilumina, se consome. Pregado na cruz, Jesus se consumiu para encher de luz a nossa vida.

Agora, por que espalhar velas acesas pela casa? Por que acender velas no quintal? Por que acender maços e maços de velas nos velários de nossas igrejas e nos cruzamentos de ruas? Pior ainda se estes hábitos não acompanham uma vida cristã consciente.

Uma missa bem participada, uma comunhão bem feita, um mergulho profundo na oração, uma leitura atenta e piedosa da Bíblia, um gesto de carinho e respeito pelos pobres valem muito mais do que sair pela casa ou pelo quintal acendendo velas. Mais triste ainda, Regina, é imaginar que o pedido feito vem mais pela vela queimada do que pelas preces que saíram do nosso coração. 

Não, minha irmã. Se ao lado de uma imagem ou num altar acendemos uma vela, tudo bem. A chama é sinal de fé. Se, porém, acendemos velas apenas imaginando que nosso gesto está iluminando alguma alma, isso não é cristão. Você é uma pessoa piedosa, eu sei. Ore pelas almas dos seus entes queridos. Ofereça os frutos de uma missa que você assistiu pela remissão dos pecados dos entes queridos falecidos. Deixemos de lado esse acender de velas, particularmente se não sabemos direito o que queremos com isso.

Comentários

DEIXE UM COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Compartilhe!

Últimas Notícias

Assine nossa Newsletter